Dino e Brandão reúnem aliados para fortalecer polarização entre Lula e Bolsonaro no Maranhão

O governador tampão Carlos Brandão e o ex-governador Flávio Dino, ambos do PSB, reuniram na noite de ontem, em uma casa de eventos em São Luís, aliados políticos que apoiam suas pré-candidaturas a reeleição e ao Senado, respectivamente.

O ato, denominado de Time do Lula, foi utilizado para lançar as pré-candidaturas do ex-presidente petista e do ex-governador Geraldo Alckmin (PSB) ao Palácio do Planalto.

O evento, na verdade, serviu como mais uma ação da estratégia bolada pela dupla de trazer para o Maranhão a polarização que ocorre entre Lula e Jair Bolsonaro (PL) e, desta forma, não debater os problemas que assolam o Estado.

O assunto já foi tratado pelo editor do Blog em duas oportunidades – reveja e reveja.

Os discursos foram direcionados para exaltar o ex-presidente do PT e criticar fortemente o capitão reformado do Exército.

Brandão, inclusive, afirmou que, caso seja eleito senador, Dino deixará a Câmara Alta para assumir um Ministério em um governo de Lula, caso o mesmo seja eleito.

O governador tampão também aproveitou, como parte da sua estratégia, para tentar colar no senador Weverton Rocha, pré-candidato do PDT ao Governo, a pecha de bolsonarista.

Dino, em todas as suas falas, exaltou Lula, sempre tentando surfar na popularidade que o ex-presidente desfruta no Maranhão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.