Neto Evangelista visita projeto social no bairro Janaína

A convite do vereador Pavão Fillho (PDT), o deputado estadual e pré-candidato a prefeito de São Luís, Neto Evangelista (DEM) visitou, na sexta-feira (3), o complexo social da Fundação Maranhense de Assistência Comunitária (FUMAC), no bairro Janaína.

A instituição que possui parceria com a prefeitura de São Luís e iniciativa privada atende os mais diversos públicos, na promoção de serviços que vão desde a educação, a capacitação de jovens e adultos para o mercado de trabalho e a promoção do esporte.

Para Evangelista é uma iniciativa de extrema importância que busca transformar positivamente a realidade da comunidade local. “E por isso é preciso conhecer de perto, até para que no futuro possamos aperfeiçoar cada vez mais essa parceria que garante, na base, conhecimento e dignidade para as famílias ludovicenses”.

Dentre os serviços oferecidos estão na área educacional a Universidade da Criança e o curso de Informática Básica e Avançada; na área esportiva, a Academia do Povão e as escolinhas nas modalidades voleibol, basquete, capoeira, taekwondo, futebol, futebol de areia, karatê e jiu-jitsu; e relacionado a formação e qualificação profissional, a Padaria Escola e a Escola de Corte e Costura. Milhares de pessoas já foram beneficiadas.

O vereador Pavão Filho um dos principais apoiadores da Fumac destacou que há 33 anos acompanha o trabalho sério, de dedicação e responsabilidade feito pela instituição. “É um trabalho de inclusão social que oferece uma possibilidade de desenvolvimento social e econômico para uma parcela da população. Fico muito feliz em poder contribuir com esse trabalho que serve de exemplo pra nossa cidade”, finalizou.

Prefeitura altera funcionamento de unidades de saúde devido a diminuição de casos da Covid

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) – tendo em vista o atual contexto da Covid-19 na capital maranhense e a gradativa diminuição do número de atendimentos na atenção primária de saúde observados no sistema de informação do Sistema Único de Saúde (SUS) na cidade – colocará em execução, a partir da próxima segunda-feira (6), modificações na dinâmica no funcionamento de unidades de saúde na cidade.

O foco serão as 12 unidades que, desde abril deste ano, estavam atendendo exclusivamente a pessoas com sintomas gripais e vinham sendo acompanhadas presencialmente e por teleatendimento. A medida segue orientação do prefeito Edivaldo Holanda Junior.

As unidades básicas de saúde do Cintra (no Anil) e da Vila Bacanga permanecerão com atendimentos voltados somente para sintomáticos respiratórios. Já os centros de saúde da Liberdade, Genésio Ramos Filho (na Cohab), Carlos Macieira (no Sacavém) e Cidade Olímpica I atenderão em dois fluxos: um setor específico para sintomáticos respiratórios e outro para demandas como consultas e outros procedimentos.

Por fim, os centros de saúde do Turu, São Raimundo, da Vila Sarney, além das unidades do São Francisco, Fabiciana de Moraes e Laura Vasconcelos retomam os atendimentos não relacionados a síndromes gripais. Estas seis unidades, a partir da semana que vem, estarão ofertando as vacinas contra a influenza para o público em geral.

Ainda em abril, quando a relação das unidades com síndromes gripais foi lançada, o Centro de Saúde Ribamar Frazão, na Vila Nova República, estava incluída, sendo substituída no mês passado pela Unidade Saúde da Família Vila Sarney.

Para o secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho, apesar das modificações, a oferta de estrutura para cidadãos com síndromes gripais dependerá do quadro sanitário futuro da doença na cidade.

Recentemente, o município de São Luís iniciou uma nova etapa na política de atuação dos pacientes diagnosticados com coronavírus. Em comum acordo com a direção do Hospital Universitário do Maranhão (HU), a gestão da saúde pública desativou 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na unidade federal. Além destas medidas, a Semus planeja liberar gradativamente uma das três alas de leitos clínicos do Hospital da Mulher que atende a casos mais graves de Covid-19.

Situação da pandemia de coronavírus mostra estabilidade no Maranhão

O Maranhão chega ao fim desta semana com a situação do coronavírus em estabilidade. Os casos ativos continuam caindo, e o número de pessoas recuperadas segue em alta.

De acordo com o boletim da Secretaria de Estado da Saúde, são cerca de 19 mil casos ativos (que ainda estão com a doença) e cerca de 65 mil recuperados.

“Se fôssemos definir em uma palavra a situação do coronavírus, seria o termo estabilidade. É a situação que temos no momento, ou seja, nem temos neste instante uma tendência de agravamento em níveis expressivos e tampouco temos uma tendência de rapidamente nos livrarmos do problema”, afirmou o governador Flávio Dino.

Além dos casos ativos x recuperados, outros fatores estão sendo levados em conta nessa análise. Entre eles, os dados sobre internação e a consulta feita pelo Governo do Maranhão aos prefeitos.

Registros – De acordo com o governador, porém, é possível que haja aumento no número de casos nas próximas três semanas devido a, principalmente, três fatores.

O primeiro é a previsão de aumento de testes em todo o Maranhão. O segundo é o aumento de casos em outros Estados, o que impacta todo o país, já que existe circulação de pessoas e de cargas. O terceiro é a reabertura gradual das atividades comerciais, que cumpre um importante papel econômico e social, mas também aumenta a circulação de pessoas.

Flávio Dino acresceu que, neste instante, o que define o rumo da batalha contra o coronavírus são dois aspectos principais: as medidas assistenciais e as sanitárias.

“Hoje temos uma oferta segura de leitos”, disse. Em todas as regiões, há leitos livres de UTI e enfermaria para coronavírus nos hospitais da rede estadual.

Em relação ao cumprimento das medidas sanitárias, o governador chamou atenção para a importância da colaboração de todos: “As regras sanitárias competem ao governo editar, mas o zelo compete a todos nós”.

Beto das Vilas aponta caminhos para retirar Ribamar do atraso

Durante entrevista concedida aos jornalistas Diego Emir e Osvaldo Maia, do Programa Passando a Limpo, da rádio Nova Fm, o pré-candidato a prefeito de São José de Ribamar, Beto das Vilas (Republicanos), falou dos principais desafios que tem pela frente e de como pretende conduzir seu mandato, caso seja eleito.

Ao ser perguntado sobre os principais problemas da cidade, Beto citou a precariedade na infraestrutura do município, que sofre com ruas esburacadas e prejudica o dia à dia do ribamarense, inclusive na falta de segurança.

Ao elencar os principais pontos, caso seja eleito, Beto disse que vai resgatar o futebol amador, valorizar o esporte e corrigir um equivoco da administração atual, ao deixar o Estádio Dário Santos completamente abandonado.

Beto citou a geração de emprego, a melhoria da educação e o investimento no turismo e cultura local, o que vai fomentar ainda mais a economia local.

Ao ser perguntado sobre a difícil eleição com pelo menos quatro possíveis candidatos, Beto lembrou sua vida, que sempre foi carregada de desafios. “Toda a minha vida pública e privada, sempre foi com muita dificuldade, mas quando você coloca Deus em primeiro lugar, e o povo logo em seguida, você sempre será vencedor.” Respondeu Beto, que relembrou seu passado humilde. “Fui tirador de sururu e borracheiro com muito orgulho. Olho para trás e sei as necessidades do nosso povo, porque na minha casa, tinha dia que não tinha nada para comer.” Disse.

Beto justificou o descaso atual de Ribamar com a falta de identidade de um gestor popular, que viva o município diariamente. “Tá faltando um gestor que tenha conhecimento da necessidade do nosso povo, por isso lancei minha pré-candidatura, por que conheço os problemas e sei como resolver.” Destacou.

Beto das Vilas também deu sinais de como pretende governar Ribamar, com menos tempo em gabinete e mais contato com a população. “Prefeito não tem que tá em gabinete. Prefeito tem que ir pra rua, olhar obras, ver a necessidade dos bairros, conversar com o povo. Gabinete para serviço burocrático é apenas uma ou duas vezes por semana. Prefeito tem que tá é na rua, vendo o que o município está precisando.” Finalizou Beto das Vilas.

54% do eleitorado de São Luís não sabe em quem votar para prefeito

O Instituto Prever, através do Blog do jornalista Diego Emir, publicizou, neste sábado, números de pesquisa de intenção de voto para prefeito de São Luís.

O levantamento é o primeiro a ser realizado após a flexibilização das atividades em função da pandemia do Novo Coronavírus (Covid-19).

A pesquisa apontou, no cenário espontâneo (aquele no qual o nome do pré-candidato não é apresentado ao eleitor) um dado significativo, que indica que haverá polarização e um provável segundo turno.

54% dos entrevistados afirmaram não saber em quem votar para suceder o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

Neste cenário, o deputado federal Eduardo Braide (Podemos) aparece liderando, assim como nos outros três cenários estimulados (aquele no qual o nome do pré-candidato é apresentado).

Braide cravou 18,8% da preferência do eleitor. Ele é seguido por Duarte Júnior (3,8%), Wellington do Curso (3,7%), Neto Evangelista (1,8%), Adriano Sarney (1,8%), e Bira do Pindaré (1,5%). Os demais nomes citados não conseguiram atingir um dígito.

Brancos e nulos somaram 6,8% e outros 3,8%.

Abaixo, veja os cenários estimulado e a rejeição:

Família Câmara declara apoio a pré-candidatura de Dr. Julinho em Ribamar

O empresário Júnior Câmara, filho do ex-prefeito Jota Câmara, que governou o município de São José de Ribamar por três mandatos, declarou apoio a pré-candidatura a prefeito do médico Júlio Matos (PL), mais conhecido como Dr. Julinho.

O martelo foi batido durante reunião com o pré-candidato e o ex-deputado e atual vice-presidente nacional do Patriotas, Júnior Marreca.

Na oportunidade, Júnior, que representou a família do saudoso ex-prefeito, assumiu a presidência do diretório municipal do Patriotas em Ribamar.

O encontro contou com as presenças do presidente municipal do Avante, Júnior Lago; do ex-candidato Júlio Filho, que representou o pai no encontro, além de militantes da política ribamarense.

Com a adesão da família Câmara, o ex-prefeito Dr. Julinho passa a contar com o grupo considerado mais forte na política local.

De acordo com Júnior Lago, mais de 100 pré-candidatos ao cargo de vereador já declararam apoio ao projeto que visa tornar Dr. Julinho o próximo prefeito do município.

Covid no MA: 86.025 infectados; 64.816 recuperados; e 2.119 mortes

O Maranhão ultrapassou a casa dos 86 mil pacientes infectados pelo Novo Coronavírus (Covid-19).

Foi o que revelou boletim epidemiológico atualizado divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) na noite de ontem.

64.816 pessoas que haviam testado positivo para doença conseguiram se recuperar.

2.119 óbitos foram registrados até o momento.

O quantitativo de novos casos continua em ascendência no interior do Estado. Foram 2.574 computados nas últimas 24 horas.

104 novos casos foram registrados na região metropolitana de São Luís e 91 na cidade de Imperatriz.

38 novas mortes também foram contabilizadas.

Othelino recebe visita do novo procurador-geral de Justiça e reafirma harmonia entre Legislativo e MP

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu, nesta quinta-feira (2), a visita de cortesia do novo procurador-geral de Justiça do Maranhão, Eduardo Nicolau. O encontro serviu para reforçar o relacionamento harmonioso entre o Poder Legislativo e o Ministério Público Estadual, estreitando o diálogo entre as instituições.

O chefe do Parlamento Estadual ressaltou que a relação respeitosa entre o Poder Legislativo e o Ministério Público, incluindo, também, os outros poderes e órgãos constitucionais, é muito importante para o Maranhão.

“A sociedade é quem ganha com esse diálogo permanente e aberto, inclusive estabelecido pela nossa Constituição Federal e repetido na Constituição Estadual, que determina a harmonia e a independência. Com esse diálogo, cada um cumprindo com o seu papel constitucional, vamos fazendo com que o Maranhão sirva de exemplo para o Brasil. Desejo ao doutor Eduardo, que inicia essa importante missão, êxito na condução do Ministério Público, uma instituição fundamental na defesa dos interesses da sociedade”, assinalou.

Parceria – Eduardo Nicolau foi recentemente empossado no cargo de procurador-geral de Justiça e comandará a instituição no biênio 2020/2022. Ele destacou a disponibilidade do Poder Legislativo na apreciação de pautas de interesse não só do Mistério Público, mas de toda a sociedade.

“Estou aqui para saudar o presidente da Assembleia e os deputados queridos e dizer a eles que o Ministério Público mudou o seu gestor, mas a vontade sempre foi, e sempre será, de andar em parceria com a Assembleia Legislativa. Sei da disposição do presidente Othelino em trabalhar pelo Maranhão e vamos fazer uma grande rede para ajudar o nosso governador a melhorar, cada vez mais, a vida dos cidadãos maranhenses”, disse o novo procurador-geral de Justiça, que estava acompanhado do promotor Carlos Henrique Vieira.

Os deputados Professor Marco Aurélio (PCdoB) e Dr. Yglésio (PROS), que também participaram do encontro, ressaltaram que o gesto sinaliza uma continuidade na boa relação que há entre a Assembleia e o MP.

“Respeitamos totalmente o trabalho do Ministério Público e sabemos da sua importância, tanto é que o Parlamento tem sempre priorizado as matérias que são de interesse do órgão, porque sabemos que contribui diretamente nessa boa relação”, disse Marco Aurélio.

“O Ministério Público, assim como a Assembleia Legislativa, tem o papel de fiscalizar as ações do Executivo também, uma função essencial à Justiça. E esse diálogo sempre é proveitoso em prol da sociedade, porque garante que há uma força conjunta de atuação em favor da boa aplicação dos recursos públicos”, frisou deputado Dr. Yglésio.

Assembleia aprova projeto que regulamenta Fundo Estadual da Pessoa com Deficiência

A Assembleia Legislativa aprovou, por unanimidade, na sessão plenária desta quarta-feira (1), o Projeto de Lei 229/2020, de autoria do Poder Executivo, que regulamenta o Fundo Estadual da Pessoa com Deficiência (FEPD) e cria o Comitê Gestor do FEPD.

A matéria altera a Lei 10.711, de novembro de 2017, tornando o Fundo um instrumento de política pública de caráter permanente.

A proposição foi apreciada e aprovada pelas Comissões de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e de Administração Pública, Seguridade Social e Relações de Trabalho. Em seguida, foi encaminhada à sanção governamental pelo presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto (PCdoB).

O projeto altera o Artigo 2º da Lei 10.711, acrescentando que o objetivo do FEPD é garantir e valorizar a pluralidade e a singularidade das pessoas com deficiência, assegurar direitos e criar oportunidades para o cidadão com deficiência”.

Justificativa

Na Mensagem Governamental de encaminhamento da matéria à apreciação da Assembleia, o governador Flávio Dino (PCdoB) justifica a medida: “Considerando que a proteção e promoção dos direitos e garantias fundamentais da pessoa com deficiência devem ser constantes, o PL objetiva atualizar os dispositivos da Lei nº 10.711/2017 a fim de permitir que o Fundo Estadual da Pessoa com Deficiência vigore por tempo indeterminado e, por conseguinte, contribua, em caráter permanente, para o desenvolvimento de ações estaduais voltadas à defesa e à inclusão das pessoas com deficiência”.

Iniciativa

O deputado Dr. Yglésio (PROS), na condição de presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias, ressaltou a relevância da iniciativa do Governo do Estado. “Estima-se que o Maranhão tenha cerca de um milhão e meio de pessoas com deficiência. Parabenizo a iniciativa do governo para a manutenção do FEPD por tempo indeterminado. Constitucionalizar o Fundo de forma permanente é garantir que as políticas públicas, a longo prazo, tenham essa sobrevida tão necessária e sejam cada vez mais financiadas. A gente precisa caminhar na construção de cidades inteligentes e inclusivas”, afirmou.

Godofredo Viana completa 30 dias sem registro de mortes por Covid-19

O município de Godofredo Viana, na região Leste do Maranhão, completou nesta quinta-feira (02) exatos 30 dias sem registrar novos óbitos ocasionados pelo Novo Coronavírus (Covid-19).

O dado está sendo bastante comemorado pela população e pela gestão do prefeito Sissi Viana (Republicanos) que, desde o início da pandemia, adotou todos os protocolos sanitários necessários e não mediu esforços para zelar pela saúde dos godofredenses.

A notícia se torna ainda mais importante se for levando em consideração que o número de recuperados da doença continua crescendo na cidade.

Até o momento, de acordo com boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde, 102 pessoas testaram positivo para Covid. Deste total, 50 já conseguiram vencer o vírus.

Outros 77 casos já foram descartados e três mortes foram registradas.

Ainda em março, Sissi, através de decretos, suspendeu as aulas na rede municipal de ensino com o objetivo de evitar aglomerações e evitar o contágio de alunos e docentes.

As famílias dos estudantes, muitas delas em situação de vulnerabilidade social, receberam da Prefeitura cestas básicas como forma de garantir uma alimentação saudável e de qualidade.

O funcionamento do comércio não essencial foi proibido. Por meio de uma parceria entre Procon/MA e Vigilância Sanitária, inspeções foram feitas visando garantir que a determinação fosse cumprida.

O uso de máscaras em ambientes públicos e de uso coletivo também é uma exigência que continua em vigência.

Barreiras sanitárias e de fiscalização foram instaladas na entrada da cidade objetivando identificar pessoas que apresentem sintomas da doença.

Uma nova ambulância Semi-UTI foi adquirida, com recursos próprios do município, e reforçou o trabalho de atendimento.

Sissi Viana instituiu a Gratificação de Combate ao COVID-19 (GC-COVID), um incremento salarial para os profissionais da área da saúde que exercem, diariamente, atividades relacionadas ao enfrentamento da pandemia.

Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias, com o apoio de profissionais da Vigilância Sanitária, intensificaram o trabalho de monitoramento por meio de visitas domiciliares.