O Maranhão miserável que Dino e Brandão não querem debater

O grupo político comandado pelo ex-governador Flávio Dino e pelo atual, Carlos Brandão, ambos do PSB, já definiu sua estratégia visando vencer os pleitos majoritários deste ano – Governo e Senado – e, desta forma, dar prosseguimento aos seus projetos de poder.

Regionalizar a polarização entre Lula (PT) e Bolsonaro (PL) é a tática já revelada pelo editor do Blog (reveja) e confirmada pelo próprio Felipe Camarão, ex-secretário de Estado da Educação e pré-candidato a vice-governador na chapa de Brandão.

Além de surfar na popularidade do ex-presidente petista, que lidera as pesquisas de intenção de voto em terras maranhenses, Dino e Brandão, com a estratégia, pretendem afastar do verdadeiro debate, que deve ser o desenvolvimento do Estado, números computados nos últimos sete anos e três meses e que mostram que a República do Maranhão fundada pela dupla em 2015, quando derrotaram o Grupo Sarney, já encastelado novamente no Palácio dos Leões, fracassou.

Vamos a alguns deles: Estudo publicado pela Fundação Getúlio Vargas, divulgado no fim de 2020, apontou as cidades com maior concentração de ricos no Brasil e as mais pobres.

Dos dez municípios que possuem as piores rendas médias, sete estão no Maranhão, quais sejam: Milagres do Maranhão, Turilândia, Primeira Cruz, Jenipapo dos Vieiras, Centro do Guilherme, Matões do Norte e Fernando Falcão.

A população de Fernando Falcão, por exemplo, possui renda média de R$19,89 e patrimônio líquido de R$156,00.

Dentre os Estados, o Maranhão fica na última posição, com renda média de R$ 363,00.

Foi no governo de Flávio Dino e Carlos Brandão que o IBGE, ano passado, atestou que o Estado lidera o ranking de brasileiros vivendo em extrema pobreza, com 1,4 milhão de pessoas.

O Maranhão é o Estado da Federação que possui maior número de pessoas beneficiadas pelo Auxílio Brasil e que detém a menor taxa de empregos com carteira assinada se comparada ao quantitativo de cidadãos que recebem o benefício de transferência de renda criado pelo governo de Jair Bolsonaro, revelou estudo recente da FGV – IBRE (Instituto Brasileiro de Economia).

Um estudo publicado no Valor Econômico, também em 2021, mostrou que o Maranhão é o Estado com maior número de crianças e adolescentes até 17 anos vivendo na pobreza.

De acordo com o levantamento, 69% dos maranhenses nessa faixa etária estão na condição de pobreza, o que coloca o Estado na ponta do ranking negativo.

São por estes e por vários outros motivos que o ex-governador e o atual tentarão, de todas as formas, desviar a atenção do eleitor para que o Maranhão não seja debatido.

Agora, cabe o eleitor decidir se aceitará ou não.

10 pensou em “O Maranhão miserável que Dino e Brandão não querem debater

  1. Pingback: Weverton alfineta Brandão: “Desesperado para se agarrar no Lula” - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: Lahesio Bonfim faz o jogo do Palácio dos Leões - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  3. Pingback: Dino e Brandão reúnem aliados para fortalecer polarização entre Lula e Bolsonaro no Maranhão - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  4. Pingback: Dino segue divagando sobre política nacional e se eximindo de discutir os problemas do Maranhão - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  5. Pingback: Brandonistas e flavistas acusam o golpe - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  6. Pingback: Josimar fala sobre extorsão eleitoral patrocinada pelo Governo Brandão - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  7. Pingback: “Estratégia de guerra nas ditaturas”, diz Roberto Rocha sobre Dino tentar nacionalizar a eleição do Maranhão - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  8. Pingback: Lobão Filho expõe fracasso da República do Maranhão - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  9. Pingback: Em ano eleitoral e com o MA na miséria, Brandão quer criar mais Secretarias e cargos comissionados - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  10. Pingback: Dá pra acreditar? Escutec diz que Brandão lidera pesquisa mesmo afastado do Governo e sem dar soluções para crises - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.