Depois de chamar Lula de estelionatário, Carlos Brandão diz que petista será seu parceiro

O vice-governador Carlos Brandão, em solenidade realizada nesta manhã, em Brasília, deixou o PSDB, partido do campo do centro/direita, para filiar-se ao PSB, sigla progressista e da esquerda.

Em seu discurso, lido página por página, o ex-tucano, que também já foi do Republicanos, citou, uma única vez, o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do PT ao Palácio do Planalto.

Para Brandão, que assume a cadeira principal do Palácio dos Leões no dia 02 de abril, em substituição a Flávio Dino, que renunciará ao cargo para poder concorrer ao Senado, Lula, na condição de próximo presidente da República, será seu parceiro a partir de 2023, caso o ainda vice seja reeleito em outubro.

O discurso insosso de Carlos Brandão se contradiz com o que ele pensava de Lula em um passado bem recente.

Em 2014, na condição de deputado federal, o tucano classificou o petista de estelionatário eleitoral, referindo-se a implantação da refinaria Premium I, no município de Bacabeira, obra que nunca saiu do papel.

Na verdade, o evento de hoje na sede nacional do PSB teve como ator principal o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que filiou-se ao socialismo e pode, inclusive, figurar como candidato a vice-presidente em uma chapa encabeçada por Lula.

O ex-presidente, vale destacar, não compareceu ao ato.

2 pensou em “Depois de chamar Lula de estelionatário, Carlos Brandão diz que petista será seu parceiro

  1. Pingback: Petista dá pito em Brandão: “Quer tirar proveito da popularidade de Lula no Maranhão” - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: Sem Lula, Brandão já conta com o apoio de Geraldo Alckmin - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.