Edivaldo evita na Justiça que tarifas de coletivos sejam reajustadas

A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) garantiu na Justiça que não ocorra, este ano, reajuste das tarifas do transporte coletivo que circula em São Luís.

A possibilidade do aumento dos preços das passagens começou a ganhar corpo entre os usuários depois que a categoria dos rodoviários deflagrou, parcialmente, um movimento grevista que teve como alvo somente empresas que não efetuaram o pagamento em dia dos salários dos profissionais. Até o momento, apenas os ônibus da São Benedito estão retidos na garagem devido ao fato da empresa ainda não ter cumprido o acordado.

O juiz Douglas de Melo Martins, titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, acatou pedido feito pelo município de São Luís e proibiu a concessão de reajuste salarial nos preços das tarifas.

O magistrado divulgou sua decisão nas suas próprias redes sociais ainda na noite de ontem.

Determinou, ainda, multa diária no valor de R$ 500 mil para as empresas consorciadas que descumprirem a decisão.

Prefeitura e Iphan reforçam parceria para obras de revitalização do Centro Histórico

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e a presidente nacional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, reuniram-se na manhã desta segunda-feira (23) para alinhar ações conjuntas entre o município e o órgão federal, com o objetivo de garantir a requalificação do Centro Histórico da capital.

O prefeito Edivaldo analisou positivamente a reunião, da qual também participaram o vice-prefeito, Júlio Pinheiro; o subprefeito do Centro Histórico, Fábio Henrique; os secretários municipais Lula Fylho (Governo), Ivaldo Rodrigues (Agricultura, Pesca e Abastecimento), entre outras autoridades.

A revitalização do Centro Histórico de São Luís é um trabalho de parceria entre o município e os governos estadual e federal. “Estamos debatendo e alinhando ações de modo a garantir celeridade aos trabalhos, para que essa região da nossa cidade funcione como ponto de atração de negócios, investimentos, moradia e turismo”, disse Edivaldo.

Os investimentos do governo federal na revitalização do patrimônio histórico em São Luís são executados por meio do PAC Cidades Históricas e compreendem a revitalização de prédios, museus, casarões, mercados, ruas e praças, entre outros logradouros que compõem o acervo arquitetônico, cultural e histórico da capital maranhense.

Ainda conforme o prefeito, o município está buscando também outras modalidades de recursos para investir na requalificação do Centro Histórico, de forma que o montante captado venha somar aos recursos disponibilizados pelo Programa PAC Cidades Históricas.

“A intenção é realizar, em São Luís, a maior intervenção no Centro Histórico desde a execução do Projeto Reviver. Com as ações de revitalização, esperamos que o Centro se transforme num ambiente ainda melhor, com condições de moradia melhores para quem é da área e com ambientes propícios e agradáveis à visitação turística”.

Kátia Bogéa também analisou de forma positiva a reunião realizada com o prefeito e sua equipe de governo. Ela destacou a colaboração entre os entes federativos como sendo de suma importância para garantir as melhorias na região.

Ex-juiz da Ficha Limpa admite possibilidade de disputar Governo ou Senado

O ex-juiz Marlon Reis (foto), autor intelectual da Lei da Ficha Limpa, admitiu, nesta segunda-feira (23), a possibilidade de disputar a eleição majoritária em 2018 no Maranhão.

Reis é filiado a Rede Sustentabilidade, partido comandado pela ex-senadora Heloísa Helena, que esteve hoje em São Luís participando de reuniões que objetivam organizar o partido para o pleito do ano que vem.

O ex-magistrado maranhense não se fez de rogado e, ao contrário do que afirmava até o ano passado, disse que poderá concorrer ao governo do estado ou disputar uma das duas vagas que serão abertas para o cargo de senador.

“Quanto a meu futuro político, este será definido pelas instâncias nacional e estadual da Rede Sustentabilidade. Minha candidatura ao Governo ou ao Senado será ao cargo que mais for útil ao partido. Nada está descartado”, afirmou.

Maranhão Contra as Drogas e o projeto senatorial de Eliziane Gama

Eliziane, durante as audiências, conversa com a comunidade…

Pré-candidata declarada na disputa por uma das duas vagas ao Senado que serão abertas em 2018, a deputada federal Eliziane Gama (PPS) apegou-se a um mote perfeito e socialmente correto.

A parlamentar concentra forças na campanha “Maranhão Contra as Drogas”, uma iniciativa que visa incentivar as cidades a desenvolver ações de prevenção contra o uso de entorpecentes.

E para isso, é preciso incentivar; estar presente; percorrer os municípios; reunir a população e, como não poderia ser diferente, a classe política e outros segmentos organizados da sociedade.

Em uma semana, Eliziane esteve em nada menos que nove municípios promovendo atividades da campanha e visitando comunidades.

…e aproveita para estreitar as relações políticas.

Em todas as audiências públicas, algumas delas realizadas nos plenários de Câmaras Municipais, reuniu número considerável de público.

Eliziane é coordenadora da Comissão Externa da Câmara Federal sobre consumo de drogas entre jovens e, desde os tempos nos quais exerceu o mandato de deputada estadual, tem ligações com temas relacionados ao setor social.

A nova campanha promovida pela deputada é, logicamente, digna de elogios e demonstrações de apoio.

Mas não se pode negar que também é um ótimo canal de diálogo político; principalmente para alguém que vislumbra chegar à Câmara Alta ano que vem.

 

Vídeo: Tornado é registrado no município de São João Batista

Um fato curioso aconteceu neste último fim de semana no povoado Bom Jesus, no município de São João Batista, na Baixada Ocidental Maranhense.

Jovens que se divertiam em um rio filmaram um tornado de pequenas proporções.

De acordo com informações de moradores, esta não é a primeira vez que o fenômeno foi registrado na cidade.

Em 2015, outro tornado, também de pequenas proporções, ocorreu no povoado Raposa.

No início deste mês, foi registrado no Maranhão um abalo sísmico de 4,6 graus. O epicentro ocorreu na cidade de Belágua.

Em São Luís, na ocasião, tremores de terra foram sentidos em vários bairros.

Contas da prefeitura de Bacabal são novamente bloqueadas


A novela sobre a instabilidade política e administrativa no município de Bacabal segue apresentando novos capítulos.

As contas da prefeitura na Caixa Econômica Federal foram novamente bloqueadas por determinação do gerente da agência na cidade, Everton de Lima Mourão. A informação foi divulgada pelo blog do Louremar.

Na semana passada, o prefeito José Vieira (PP) havia conseguido ter acesso as contas do município na instituição financeira.

No entanto, Mourão decidiu manter a suspensão com base em um ofício protocolado pelo vereador Edvan Brandão (PSC), que disputa na Justiça a presidência da Câmara e não reconhece a posse de Zé Vieira e do seu vice, Florêncio Neto (PHS), feita pela Mesa Diretora —  reveja.

Em ofício encaminhado à prefeitura, o gerente afirmou: “está suspensa a movimentação das contas do município, por qualquer das partes, até que a Justiça Estadual se pronuncie na referida ação”.

Brandão é aliado do senador João Alberto e do deputado Roberto Costa, ambos do PMDB.

Segundo colocado nas eleições para prefeito, Costa solicitou, também na semana passada, a intervenção do Ministério Público no município com o objetivo de restabelecer o que ele classificou de ordem político-administrativa – reveja.

E é desta forma que continua a briga política e judicial travada pelos grupos de Zé Vieira e João Alberto/Roberto Costa.

Pior para a população, que vive situação desconfortável de indefinição; e para os servidores, que correm sério risco de não receber seus pagamentos.

 

São Benedito é a única empresa que ainda não pagou funcionários, informa Sindicato

A empresa São Benedito, cuja garagem fica localizada no bairro Recanto dos Vinhais e que possui cerca de 50 coletivos, foi a única que, até o momento, não efetuou o pagamento dos salários de seus funcionários e, por este motivo, está com seus veículos retidos desde as primeiras horas desta segunda-feira.

A informação foi confirmada agora a pouco pela assessoria de comunicação do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

A greve da categoria, marcada para ter início a partir de hoje, perdeu força no fim de semana depois que a  maioria das empresas efetuou o pagamento dos salários dos trabalhadores.

Em outra frente, a prefeitura de São Luís obteve na Justiça decisão favorável à população com relação ao movimento grevista. Foi garantida a circulação de pelo menos 60% da frota na capital. A multa será de R$10 mil por hora para a empresa ou consórcio que descumprir a decisão.

O Sindicato aguarda que a São Benedito efetue o pagamento dos salários até o meio dia.

Flávio Dino garante que Carnaval será em toda cidade. Promotor rebate e afirma que governador está desinformado

Flávio disse que governo manterá Carnaval nos bairros…

A portaria expedida esta semana pelo Ministério Público Estadual, proibindo a realização de blocos e festas privadas nos bairros de São Luís, gerou um embate público entre o governador Flávio Dino (PC do B) e o promotor de Justiça Cláudio Guimarães.

Em vídeo postado nas redes sociais, Dino garantiu que todas as festas de rua irão acontecer, mesmo diante da decisão do MP.

“Todos os blocos de rua irão acontecer. Há uma iniciativa de um promotor de Justiça, mas nossa visão é diferente. Para nós o Carnaval tem que ser na cidade toda. Com organização, mas na cidade toda”, disse o comunista.

…Guimarães diz não e afirma que comunista está desinformado.

Rapidamente, neste sábado, Guimarães tratou de responder ao governador, através de áudio que circula em grupos de whatsapp, afirmando que o mesmo está desinformado.

“Não sei se esse áudio foi feito pelo Flávio Dino, mas se foi ele está um tanto desinformado, o carnaval de rua conforme deliberado, ele não está proibido, muito pelo contrário, os órgãos de segurança querem que o carnaval de rua tradicional seja restabelecido. Que volte a ser como era antes com suas charangas, blocos de sujo etc”, disparou.

“Está havendo uma orientação para que os blocos privados, que estão tentando realizar as festas em áreas públicas, não obtenham a licença de funcionamento. Uma vez que ao cobrar ingressos, os produtores levam o lucro e deixam a conta para o poder público. Uma festa para 10 mil pessoas como ocorreu no Cohatrac, a Polícia Militar não tem como garantir a segurança “Na hora que for responder por homicídio, o governador tá protegido por foro privilegiado e os licenciadores não, então via de regra a corda só arrebenta para o lado mais fraco. Então tenham bom senso, porque vocês licenciarem um evento nessas condições é um tanto arriscado”, completou.

 

Vereador irá propor audiência para discutir proibição de Carnaval nos bairros de São Luís

Raimundo Penha irá consultar a comissão de recesso da Casa e, caso obtenha a autorização, realizará o encontro ainda este mês.

O vereador Raimundo Penha (PDT – foto) solicitará a Mesa Diretora da Câmara de São Luís a realização de uma audiência pública com o objetivo de discutir, de maneira mais participativa, a proibição de festas carnavalescas nos bairros de São Luís.

A medida proibindo a promoção dos eventos foi determinada pelo promotor Cláudio Guimarães, que já baixou portaria neste sentido – reveja. O governador Flávio Dino (PC do B), em vídeo publicado em várias redes sociais, também se mostrou contrário a medida e garantiu que o Estado permitirá, sim, a realização dos eventos.

Raimundo Penha, em contato mantido com o editor do blog, também se mostrou contrário a decisão, uma vez que a reunião que resultou na elaboração da portaria não contou com as participações de representantes dos blocos, por exemplo.

“É necessário, sim, que hajam adequações, como mais policiamento, banheiros químicos e horário definido para que os blocos encerrem a programação. No entanto, não podemos permitir é que milhares de pessoas, que frequentam essas festas e as utilizam como fonte para ganhar seu sustento, sejam prejudicadas”, afirmou.

O vereador também questionou o fato do promotor ter determinado que as festas sejam realizadas, a partir de agora, somente nas áreas do Centro Histórico, Madre Deus e Aterro do Bacanga.

“Isso gerará uma concentração desnecessária nestas regiões. Sobre o Centro Histórico, por exemplo, não tenho conhecimento de que um representante do IPHAN tenha participado da reunião que originou a portaria proibitiva”.

Na avaliação de Raimundo Penha, o MP não tem competência legal para proibir, mas para sugerir ou demandar tal situação.

Ele informou que já manteve contato com alguns representantes de blocos que, segundo o vereador, ainda não definiram se ingressarão, ou não, na Justiça solicitando a revogação da portaria.

“Irei consultar a comissão de recesso da Câmara e, caso obtenha a autorização, promoverei a audiência pública ainda este mês. Será um encontro plural, no qual todas as partes envolvidas serão convidadas e terão voz”, finalizou o pedetista.

Vídeo: A maneira popular e participativa de governar do prefeito Francisco Nagib

Prefeito conversou diretamente com os professores em praça pública.

O prefeito Francisco Nagib (PDT) deu, esta semana, mais uma demonstração do modelo de gestão diferenciada e participativa implantado por ele na cidade de Codó.

Na última quarta-feira, professores da rede municipal de ensino realizaram ato no qual cobravam do novo prefeito, empossado há apenas 21 dias no cargo, o cumprimento de acordo firmado pela gestão anterior.

A concentração ocorreu em frente a sede da prefeitura, na praça Ferreira Bayma. Como não poderia ser diferente, sindicalistas gritavam palavras de ordem e chamavam a atenção de quem passava.

Mas o que chamou verdadeiramente a atenção dos moradores, imprensa e da própria categoria foi a maneira respeitosa e republicana com a qual o pedetista tratou a situação.

Nagib saiu de seu gabinete e foi até a praça conversar com os professores e representantes do Sindicato. A atitude surpreendeu a todos, como relatou o jornalista Acélio Trindade em seu blog – reveja.

Já no salão nobre da prefeitura, Francisco Nagib, durante reunião com a categoria, recebeu do presidente do SINDSSERM, Celso Moreira, as reivindicações dos professores e garantiu apreciá-las e, dentro das possibilidades financeiras do município, executá-las com a maior brevidade possível.

“Gostaria de parabenizar essa atitude do prefeito, que abriu seu gabinete para nos receber e ouvir nossas reivindicações, fato inédito em administrações anteriores, pois acreditamos e lutamos por uma gestão participativa”, comentou o advogado do Sindicato, Augusto Neto.

São por estas e outras atitudes do prefeito que o editor deste blog ratifica, cada vez mais, a opinião externada no texto Codó, de fato, está experimentando mais avanços e conquistas. 

Veja o vídeo: