Weverton recebe título de Cidadão Pinheirense

A Câmara Municipal de Pinheiro homenageou o senador eleito Weverton Rocha, concedendo -lhe título de Cidadão, em solenidade que aconteceu nesta quinta-feira (13).

Natural de Imperatriz, o pedetista agradeceu a homenagem: “Receber este título, além de motivo de muita alegria, aumenta minha responsabilidade com a cidade, que continuarei ajudando no Senado, assim como já vinha fazendo em meu mandato como deputado federal”, declarou.

Weverton aproveitou a oportunidade para agradecer a população de Pinheiro e da Baixada Maranhense, por contribuírem significativamente para sua eleição ao Senado Federal. “Particularmente, em relação a Pinheiro, quero aqui agradecer a votação expressiva, que me fez o senador mais votado de toda história do município”, ressaltou o deputado.

Presente à solenidade, o prefeito da cidade, João Luciano (PP) falou da parceria que Weverton tem demonstrado com a cidade e da justa homenagem que lhe foi prestada. “É mais uma cidade que ele irá acolher como sua terra natal. E é gratificante ver que a sua colaboração com o município de Pinheiro, de forma direta, hoje está sendo reconhecida”, afirmou João Luciano.

A honraria foi proposta pelos vereadores José Lucas (PSDB), Paulo Henrique (PMN), Beto de Ribão (PSD), Oziel Menezes (PSD), José Albino (PCdoB), Alessandro Montenegro (PP), Edinildo Rodrigues (PCdoB) e Valter Soares (PV). Ainda fizeram parte da mesa presidida por Elizeu Furtado (PP), o primeiro secretário da Câmara Municipal de Pinheiro, Sandro Henrique Lima (PCdoB); o diretor superintendente do Sebrae-MA, João Batista Martins; o diretor do Senac-MA, José Airton Batista Marques; o comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Robson Cláudio Martins Silva; o delegado regional da Polícia Civil de Pinheiro, Oseias Ferreira; e, o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, também homenageado com o Título de Cidadão.

Desembargador Tyrone José Silva é eleito membro efetivo

Com 18 votos dos 26 desembargadores presentes à sessão plenária administrativa extraordinária do Tribunal de Justiça da manhã desta quarta, 12 de dezembro, o desembargador Tyrone Silva foi eleito membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão para a vaga que será aberta com o fim do biênio do desembargador Ricardo Duailibe em 23 de fevereiro de 2019.

Pelo perfil @tremaranhao da rede social Instagram foi feita a cobertura da eleição através das histórias temporárias (que somem após 24h) e ainda transmitida ao vivo.

Também concorreu à vaga o desembargador Jaime Ferreira de Araujo, que recebeu 8 votos. Estavam ausentes à votação os desembargadores Paulo Velten, Guerreiro Junior, Jorge Rachid e José Ribamar Castro.

“Honrarei o voto de cada um e estarei à disposição de todos”, agradeceu o desembargador Tyrone Silva à confiança de seus pares.

Felipe Camarão recebe a mais alta honraria da Câmara municipal de Caxias

“O título que esta casa teve a generosidade de me oferecer, muito me honra, mas acima de tudo muito me comove, pela forte simbologia que tem. Este é um dia muito especial, e com ele vem um turbilhão de memórias acumuladas nestes 36 anos de vida”, disse o Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, em seu discurso de agradecimento ao receber o título de Cidadão Caxiense, na noite desta quinta-feira (13), em sessão solene na Câmara Municipal de Caxias.

O título, que é a mais alta honraria concedida pela Câmara Municipal de Caxias dado a pessoas que contribuíram ou contribuem para o desenvolvimento da cidade, foi uma indicação do Presidente da casa legislativa, vereador Antônio José Bittencourt de Albuquerque, o Catulé, e teve aprovação unânime por parte dos demais vereadores da cidade.

“Esta casa representa a vontade do povo, e aqui não podemos pecar. Por isso, só concedemos esta mais alta honraria a quem realmente merece. Felipe tem um trabalho concreto em prol da educação em Caxias e no Maranhão. É um jovem competente que, com sua visão humanitária, tem feito muito pela educação nesta cidade, neste estado, cuidando de quem realmente precisa. Então, não poderíamos deixar de homenageá-lo diante de tudo que ele tem feito por Caxias”, disse Catulé.

A solenidade de homenagem a Felipe Camarão foi prestigiada pela comunidade caxiense e por lideranças políticas da região, como o prefeito de Aldeias Altas, Zé Reis; os deputados eleitos Adelmo Soares (PC do B), Zé Gentil (PRB) e Cleide Coutinho (PDT).

“Para nós, caxienses, é uma honra tê-lo como conterrâneo, Felipe Camarão! Saiba que esta honraria não é concedida a qualquer um. O que você está recebendo aqui é o reconhecimento pelo seu trabalho brilhante pela educação deste estado, e que teve um olhar carinhoso com a nossa Caxias”, disse a deputada eleita, Cleide Coutinho.

“Felipe, tenha certeza de que você está colhendo os frutos das boas sementes que plantou. Eu tive a felicidade de ser secretário do Governo Flávio Dino, juntamente com você, e sei do seu trabalho, da sua responsabilidade em conduzir a pasta da educação, o que vem fazendo com grande competência. Eu, como filho desta terra, só tenho a agradecer pelos serviços prestados nessa cidade, e ao mesmo tempo, parabenizá-lo por esse título”, disse Adelmo Soares.

O prefeito Fábio Gentil falou da gratidão ao secretário por todos os benefícios promovidos na educação, também no município. “Nós pudemos presenciar, hoje, a alegria e a esperança nos olhos das crianças, nas quatro comunidades em que foram entregues as Escolas Dignas. Isso é muito significativo para nós que buscamos o melhor para nossas crianças, para nossa gente. Esse título é a forma que Caxias tem de agradecê-lo por toda contribuição que você e o governo do Maranhão têm dado à essa cidade”, ressaltou Fábio Gentil.

“O maior poeta Brasileiro, Gonçalves Dias, em Canção de Tamoio diz: ‘Viver é lutar. Se o duro combate, os fracos abate, aos fortes, aos bravos, só pode exaltar’. Eu sou assim, não costumo fugir à luta, e luto para cumprir com afinco as missões a mim confiadas. Hoje, eu luto com o governador Flávio Dino para transformar a educação nesse estado, melhorar a qualidade da educação que oferecemos a que realmente precisa da nossa atenção”, lembrou Felipe.

Além de Caxias, Camarão já recebeu títulos de cidadão dos municípios de São Luís, Imperatriz, Penalva, Nina Rodrigues e Santa Filomena.

Drª Thaíza tem contas de campanha aprovadas pelo TRE

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão aprovou na tarde desta quinta-feira (13) a prestação de contas de campanha eleitoral de 2018 da Drª Thaíza de Aguiar Hortegal.

A médica pediatra foi eleita nas eleições de outubro com mais de 50 mil votos e foi votada em mais de 90% dos municípios do Estado. Ela foi a sétima candidata mais mais votada.

“O resultado da apreciação das nossas contas não é surpresa mas a notícia nos enche de satisfação; fizemos uma campanha séria e limpa; e é dessa forma que vamos exercer o mandato escolhido pelo povo querido do nosso Maranhão”, disse a deputada eleita.

Em Morros, vereador muda de lado, trai seus pares e cancela eleição na Câmara

O vereador Edilson Matos Santos, do município de Morros, protagonizou um dos episódios mais nefastos da política maranhense neste fim de ano.

Atual 2º vice-presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal, Edilson de Zé Baixinho – apelido pelo qual o político é mais conhecido na cidade — elegeu-se novamente para compor o comando da Casa, na condição de 2º secretário, na chapa que tem o vereador Fábio Luís Santos Lisboa como presidente para o biênio 2019/20.

A eleição ocorreu no dia 07 deste mês e se configurou como uma derrota para o prefeito Sidrack Feitosa, cujo grupo, formado por cinco parlamentares, perdeu pelo placar de 6 a 5.

No entanto, Edilson de Zé Baixinho resolveu dar uma verdadeira “bolada nas costas” no grupo vencedor.

Esta semana, ele simplesmente cancelou o pleito que alçou Fábio Luís à condição de presidente e que resultou na sua própria eleição.

Informações que circulam nos bastidores políticos do município apontam que a mudança de lado por parte do vice-presidente se deu após várias reuniões que o mesmo teve com o prefeito e os vereadores derrotados.

Para completar, Edilson de Zé Baixinho convocou para esta sexta-feira (14) uma nova eleição para o comando da Casa.

Diante da traição do vereador, o clima deverá esquentar.

É aguardar e conferir.

“A Cemar está roubando a população de São Luís”, detona Marquinhos

O vereador Marquinhos, declarou guerra contra a Companhia Energética do Maranhão.

Segundo ele, a Cemar está roubando a população, elevando os preços de suas tarifas sem nenhum controle e sem sofre nenhum tipo de fiscalização.

O parlamentar solicitou uma audiência pública para tratar de forma mais enérgica sobre o assunto.

Para audiência, serão convidados a Promotoria do Consumidor, PROCON, imprensa, além da sociedade civil organizada.

O vereador conta com o apoio dos seus pares e está confiante que a Companhia terá por parte do parlamento municipal a cobrança devida para que ela explique as suas cobranças “indevidas”.

Segundo Marquinhos, a audiência pública será realizada no dia 07 de fevereiro, após o recesso de fim de ano.

“A população não aguenta mais esperar. O povo quer uma solução para esse desmando da Cemar.”

Godofredo Viana participa de Fórum Estadual de Educação

O município de Godofredo Viana participou, esta semana, do VI Fórum Estadual Extraordinário dos Dirigentes Municipais de Educação do Maranhão.

A iniciativa, realizada no Hotel Abville, em São Luís, teve como tema “Qualidade e Equidade: desafios para o fortalecimento da educação pública no Maranhão”.

Atendendo determinação do prefeito Sissi Viana, a secretária municipal de Educação, Midorlene Fialho, representou a cidade.

O Fórum foi promovido pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) e apresentou debates e palestras sobre regime de colaboração, Base Nacional Comum Curricular (BNCC), ações voltadas ao combate da evasão escolar, além do andamento de programas da gestão pública estadual já em curso no estado.

Participaram secretários municipais, técnicos educacionais, conselheiros municipais de educação; além do governador Flávio Dino, que defendeu a união entre as diferentes instâncias do poder público em prol de uma educação pública de qualidade e que almeje a melhoria dos índices.

Saúde – Também em São Luís, a secretária municipal de Saúde, Norma Borges, representou o prefeito Sissi na oficina de trabalho “Construindo o Planejamento Regional Integrado (PRI)”, realizada no auditório da Secretaria de Estado da Saúde.

No evento, também estão sendo abordados temas como novas diretrizes para o setor nos âmbitos nacional e estadual.

Marcial Lima propõe campanha em favor da Maternidade Maria do Amparo

O vereador Marcial Lima (PRTB) propôs uma campanha em favor da Maternidade Maria do Amparo, no bairro Anil, que suspendeu as internações após o corte da verba para pagamento de salários a pediatras e anestesistas determinado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Ele lamentou a situação e disse que a interrupção dos atendimentos pegou a população de surpresa.

“Não posso me omitir como cidadão. Nós precisamos debater esse assunto, já tratado na Câmara Municipal”, defendeu. Ele sugere que a questão seja discutida de forma democrática, nas redes sociais e nos veículos de comunicação, para tentar chamar a atenção e sensibilizar o Governo do Estado. “O auxílio financeiro repassado pela SES à maternidade é de cerca de R$ 200 mil e que esse recurso é usado para o pagamento a médicos especialista”, informou.

O vereador também conclamou a Prefeitura de São Luís a se mobilizar também para evitar que a Maternidade Maria do Amparo suspensa os atendimentos. “São cerca de 200 mulheres gestantes por mês que terão que procurar outras unidades de saúde que ofereçam as mesmas especialidades, caso a Maria do Amparo deixe de atendê-las”, alertou.

Marcial Lima questionou o fato de o anúncio do corte de recursos para a maternidade só ter sido anunciado depois das eleições. “Por que só agora existe essa dificuldade?”, indagou.

Assista ao vídeo:

Juntos pela Maternidade Maria do Amparo, localizada no bairro do Anil em São Luis – MA.

Posted by Marcial Lima II on Wednesday, December 12, 2018

Justiça decreta suspensão de greve dos rodoviários de São Luís

A Justiça do Trabalho decretou a suspensão do movimento grevista dos rodoviários marcado para a próxima segunda-feira (17). A decisão do Tribunal Regional do Trabalho 16ª Região foi motivada por ação formulada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Procuradoria Geral do Município de São Luís (PGM), objetivando a garantia do direito de ir e vir dos cidadãos. O tribunal determinou, ainda, a realização de audiência conciliatória na próxima segunda-feira, 17 de dezembro, na sede do TRT-MA, na Areinha.

“Tendo em vista a comunicação do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário no Estado do Maranhão informando o início da paralisação dos seus sindicalizados para as 0h do dia 17 de dezembro, determino a suspensão de qualquer paralisação no período que antecede a audiência conciliatória”, considerou o desembargador Gerson de Oliveira Costa Filho, desembargador Federal do Trabalho.

A ação da Prefeitura – em desfavor do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário no Estado do Maranhão, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís, Consórcio Central Ltda, Consórcio Via SL Ltda e do Consórcio Upaon Açu Ltda e Viação Primor – foi motivada pelo informe da paralisação em decorrência do não atendimento da pauta de reivindicações referentes à celebração da Convenção Coletiva de 2018/2019, por parte do Sindicato Patronal.

O pedido à Justiça do Trabalho se deu, segundo informou o procurador geral do Município, Marcos Braid, por verificar que estavam ausentes as razões legais que autorizam a deflagração da greve. “Deste modo, agimos prontamente, ingressando com a ação, para preservar o direito de ir e vir dos cidadãos”, pontuou o procurador.

PF deflagra operação para coibir crimes nos Correios de sete municípios do MA

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (13/12) a Operação Hermes e o Gado II, com a finalidade de reprimir crimes de subtração de valores do Banco Postal cometidos por funcionários dos Correios.

A ação contou com o apoio Superintendência dos Correios no Maranhão e ocorreu nas cidades de São Luís/MA, Itapecuru/MA, Imperatriz/MA, Redenção/PA, Bacabal/MA, Santa Inês/MA e Santa Luzia/MA.

Cerca de 60 policiais federais e 2 equipes do Batalhão de Choque da Polícia Militar cumprem 4 mandados de prisão preventiva, 1 mandado de prisão temporária e 11 mandados de busca e apreensão, além do afastamento de oito empregados públicos federais (CORREIOS) em conjunto com outras medidas cautelares diversa de prisão. As ordens judiciais emanaram tanto da Justiça Federal de Bacabal quanto de São Luís. O trabalho ainda contou com o apoio da logística do Fórum da Justiça Estadual em Santa Inês.

Cães farejadores encontraram drogas em poder dos investigados. Foram apreendidos R$ 6 mil na residência de um deles.

As investigações identificaram uma série de irregularidades ocorridas em várias unidades dos Correios no Estado. Em uma delas, constatou-se o envolvimento de pessoas ligadas a uma organização criminosa – ORCRIM. Os desfalques à agência dos Correios da cidade foram utilizados como forma de capitalizar a organização criminosa.

Verificou-se que o funcionário dos Correios, aproveitando-se do seu poder de gerência, subtraía ou facilitava a subtração de numerário do cofre do Banco Postal, deixando em caixa apenas quantidade suficiente para manutenção das atividades regulares da agência. Informava artificialmente, no sistema bancário, que o cofre estava cheio, como se o dinheiro subtraído ainda ali estivesse.

Como a subtração de dinheiro do cofre não era registrada no sistema do Banco Postal, tornava-se necessária a criação de uma justificativa para a sua falta. Para isso, a ORCRIM simulava assaltos, o que permitia afirmar que o dinheiro havia sido levado naquele crime. Para aumentar o proveito da atividade criminosa, foram simulados depósitos no Banco Postal, cujos valores logo depois eram sacados e divididos entre os membros da ORCRIM.

Em seguida, entravam em cena os laranjas, possuidores de contas no Banco do Brasil, que repassavam aqueles depósitos à ORCRIM, dando uma aparência legal ao dinheiro que alimentava o tráfico de drogas. Praticavam, ainda, a subtração de aparelhos celulares de valor elevado, os quais eram distribuídos aos membros da ORCRIM.

Outra vertente utilizada pela quadrilha foi a ativação de cartões de bolsa família e de benefícios previdenciários. O gerente possuía acesso aos sistemas corporativos, habilitava os cartões de benefício, até para pessoas mortas, o que possibilitava a obtenção de empréstimos bancários com os documentos esquentados.

A previsão do total de valores subtraídos nos sete municípios chega a quase R$ 1 milhão, podendo aumentar até o final das investigações.

O nome da operação é uma alusão ao conto mitológico de mesmo nome, que traz como tema a utilização de subterfúgios, com a finalidade de encobrir os crimes cometidos pelo mensageiro de Zeus.