Eliziane apoia CPI que também pretende investigar pastores evangélicos

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) assinou documento se mostrando favorável a instalação, no Senado, de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar supostos desvios de recursos públicos no Ministério da Educação.

O caso veio à tona após prefeitos denunciarem a atuação de um gabinete paralelo dentro do MEC comandado pelos pastores evangélicos Gilmar Santos e Arilton Moura que, de acordo com os gestores, exigiam propina para liberar recursos oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A parlamentar maranhense também é evangélica e, pelo seu posicionamento nas redes sociais, está disposta a partir “pra cima” dos seus irmãos em Cristo.

“Há um fato determinado e pairam dezenas de dúvidas sobre negócios e possíveis esquemas ilícitos na condução do MEC. O papel do congresso nacional é também fiscalizar as ações do executivo, por isso não só apoiamos a CPI do MEC como lutaremos para que ela seja instalada”, afirmou Eliziane.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.