Dino confirma critérios que balizarão escolha do candidato que irá sucede-lo

O governador Flávio Dino (PC do B) confirmou ao senador Weverton Rocha (PDT) e ao vice-governador Carlos Brandão (PSDB), ambos pré-candidatos ao Governo do Maranhão, que utilizará de critérios já estabelecidos pelo seu grupo político em pleitos recentes para definir o nome que irá sucede-lo, em 2022.

O comunista reuniu-se com Weverton e Brandão no início da noite de ontem no Palácio dos Leões.

O editor do Blog conversou com alguns aliados próximos dos dois pré-candidatos com objetivo de obter mais informações acerca do encontro, indo além das declarações públicas feitas pelos três em suas respectivas redes sociais.

A reunião reservada durou cerca de três horas.

Logo no início, Dino, além de ratificar veementemente que conduzirá o processo da sua sucessão, pregou o diálogo; destacou a importância e liderança de Weverton e Brandão dentro do seu grupo político; e, antes de continuar a conversa, perguntou a eles se, de suas partes, haveria algum tipo de empecilho político ou pessoal que prejudicasse o andamento do diálogo.

Os pré-candidatos disseram que não.

O governador destacou o que ele classificou de erros e acertos cometidos por Weverton e Brandão.

No campo dos acertos, por exemplo, salientou a condição de aliados, destacando suas contribuições para que o Maranhão trilhasse um novo caminho a partir de 2014.

Já no dos erros, citou situações nas quais políticos do PDT e Brandão apoiaram em grandes colégios eleitorais, na eleição majoritária de 2020, candidatos que não tinham a sua chancela.

Pré-candidato ao Senado, situação confirmada por ele mais uma vez, Dino garantiu que adotará critérios já estabelecidos pelo seu grupo para definir o nome que o sucederá.

Ele citou dois: aparecer liderando pesquisas qualitativas e quantitativas de intenção de voto, o que mostrará cristalinamente a preferência do eleitorado; possuir o maior número de partidos e aliados políticos atrelados à sua pré-candidatura.

Ao fim da reunião, o clima era de tranquilidade.

3 pensou em “Dino confirma critérios que balizarão escolha do candidato que irá sucede-lo

  1. Eu tenho pena do povo do Maranhão se eu fosse Flávio ficava no governo. E colocaria o secretário de educação para ser o candidato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.