Vídeo: Agentes da SMTT continuam desrespeitando leis de trânsito em São Luís

Uma ação já praticada diversas vezes por agentes de trânsito de São Luís voltou a repetir-se ontem na região do Centro da cidade.

Um leitor do blog enviou vídeo no qual flagrou uma viatura da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), comandada há mais de uma década pelo engenheiro Canindé Barros, estacionada irregularmente em cima de uma calçada na Rua do Passeio, próximo ao prédio do Plantão da Polícia Civil.

Nas imagens, é possível verificar, ainda, que a viatura, de placa PSU – 0022, está parada em frente uma garagem, impedindo a entrada e saída de veículos.

Ao invés de apreender veículos de condutores que operam na plataforma Uber (reveja), o eterno secretário municipal de trânsito e transportes bem que poderia dar exemplo e começar a punir os de “dentro de casa”.

8 pensou em “Vídeo: Agentes da SMTT continuam desrespeitando leis de trânsito em São Luís

  1. Prerrogativas dos veículos de emergência: são quatro os veículos de emergência: polícia, bombeiro, ambulância e TRÂNSITO, identificados pelo dispositivo luminoso (chamado “giroflex”), na cor vermelha intermitente, e alarme sonoro (sirene). Tais veículos, além da prioridade de passagem, gozam de livre circulação, estacionamento e parada, o que significa que podem transitar livremente em qualquer condição ou local que a regra seja a proibição; por exemplo, podem avançar o sinal vermelho do semáforo, exceder o limite de velocidade ou estacionarem sobre o passeio, exclusivamente quando estiverem com os sinais acionados e em situação de urgência (“entende-se por prestação de serviço de urgência os deslocamentos realizados pelos veículos de emergência, em circunstâncias que necessitem de brevidade para o atendimento, sem a qual haverá grande prejuízo à incolumidade pública” – artigo 1º, § 2º da Resolução do CONTRAN n. 268/08);

  2. Moro aqui px o plantao central policial e vi essa situação ontem e os caras estavam em operação e até onde eu sei eles gozam de livre parada estacionamente e circulação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *