João Alberto é reeleito presidente do Conselho de Ética do Senado

Maranhense disse que começará a ler o processo contra Aécio Neves nesta quarta-feira e que, em 48 horas, deverá ter uma opinião sobre a admissibilidade ou não da representação. 

O senador João Alberto (PMDB) foi reeleito nesta tarde presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado, biênio 2017/18.

Está é a sexta vez consecutiva que o maranhense ocupa o comando do colegiado.

O vice-presidente eleito foi o senador Pedro Chaves (PSC – MS).

João Alberto será o responsável por avaliar as representações formuladas pelo PSOL e Rede Sustentabilidade contra o senador Aécio Neves (PSDB – MG).

Ele foi afastado do cargo no mês passado por determinação do Supremo Tribunal Federal.

Aécio foi flagrado em uma das fases da Operação Lava-Jato acusado pela Procuradoria Geral da República de receber propina, no valor de R$ 2 milhões, do empresário Joesley Batista, do grupo JBS.

Em entrevista ao site do Senado, João Aberto disse  que começará a ler o processo contra o tucano nesta quarta-feira (7) e que, em 48 horas, deverá ter uma opinião sobre a admissibilidade ou não da representação.

Admitida a representação contra Aécio Neves, o próximo passo será a designação do relator da matéria.

De acordo com o regimento, o presidente do conselho deve designar o relator em até três dias úteis, mediante sorteio entre os membros do órgão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.