Atendendo pedido de Pavão, Câmara homenageia SBB e Jornal Pequeno

A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) e o Jornal Pequeno foram homenageados, nesta última segunda-feira (19), pela Câmara Municipal de São Luís em razão do trabalho que desenvolvem no país para ampliar o número de possuidores e leitores da Bíblia, livro que orienta católicos e evangélicos no mundo.

A sessão solene, proposta pelo vereador Pavão Filho (PDT) e aprovada pelos demais parlamentares,, ocorreu no plenário da Casa e atraiu dezenas de religiosos, sobretudo pastores e capelães evangélicos de várias orientações; além de católicos.

O evento foi presidido pelo próprio Pavão Filho e contou com as participações dos vereadores Antonio Marcos (DEM) e Genival Alves (PRTB).

A Banda de Música do 24º Batalhão de Infantaria e Operações de Selva fez uma audição do Hino Nacional e executou números musicais nos intervalos de entrega dos títulos a onze homenageados e um certificado.

As titulações foram entregues a Dom José Belisário, arcebispo de São Luís; o comandante do 24º BIOS, tenente-coronel Marcos Oliveira; os pastores José Farias Aranha (presidente regional da SBB), Cleomácio Lima, Edson Rodrigues, Paulo Guilherme, Adriano Casanova, Pedro Veras; o coronel-capelão José Ribamar Villas-Boas; Hilda Bogéa, sócia do Jornal Pequeno, e José Ribamar Bogéa Filho, sócio do jornal.

Também foi distinguida por certificado especial a senhora Flor Castello Branco, viúva do publicitário José Carlos.

Pavão Filho lembrou que o momento era ímpar por se homenagear personalidades que ajudam na difusão da Bíblica no país, livro que, por seus profetas e evangelistas, exprime a palavra de Deus.

O vereador, para sustentar que o livro é expressão divina, frisou que algumas das profecias ali contidas se confirmaram.

Ele salientou que a Bíblia, mesmo escrita em tempos, lugares e por autores diferentes “possuí uma unidade de pensamento, cujos princípios são eternos”.

Quando se referiu ao Jornal Pequeno, declarou que o veículo é o único no país a possuir uma página gospel, já faz quinze anos, na qual se publicam trechos da Bíblia e passagens e fatos religiosos atrelados ao livro milenar.

Todos os religiosos diretamente homenageados agradeceram da tribuna o gesto de Pavão Filho e da Câmara de Vereadores.

O pastor Adriano Casanova, após lembrar que a Sociedade Bíblica do Brasil foi fundada há 69 anos para facilitar o acesso e a leitura do livro religioso, ressaltou que hoje a entidade dispõe da publicação a preços de até R$ 2,90 e que em casos especiais até doa a quem não tem posses. Ele frisou que a entidade dispõe de versões impressas, em áudio, braile e digital, que pode ser baixada da Internet.

Dom Ebelisário, por sua vez, além de agradecer a homenagem, parabenizou a Sociedade Bíblica e ao Jornal Pequeno, pelas iniciativas, e acrescentou que é através da palavra de Deus que se constroem as coisas boas do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.