Sindicato dos Taxistas se movimenta para evitar regularização do Uber em São Luís

O Sindicato dos Taxistas de São Luís está se movimentando no sentido de evitar a regularização do serviço Uber, aplicativo para transporte privado de passageiros, na capital maranhense.

O assunto voltou a ganhar destaque no noticiário depois que o vereador Paulo Victor (PROS) elaborou projeto de lei que regulamenta o serviço na cidade. A proposta, que já conta com o apoio do presidente do Procon, Duarte Júnior, deverá ser avaliada pelo plenário em fevereiro, após o fim do recesso parlamentar.

“Somos totalmente contra. Trata-se de uma concorrência desleal. Enquanto nós, taxistas, pagamos inúmeros impostos, esse aplicativo autorizará, sem nenhum ônus, que qualquer pessoa execute o serviço de transporte de passageiros”, afirmou o presidente do Sindicato, Renato Medeiros.

Ele deixou claro que a entidade e a categoria estão, neste momento, dialogando com cada um dos vereadores no sentido de evitar que o projeto de Paulo Victor seja aprovado.

E caso seja, o sindicalista adiantou que o Sindicato irá recorrer à Justiça.

“Hoje, possuímos uma frota de 2.300 veículos com mais de três mil pessoas vivendo do serviço de taxi regularizado. Autorizar a implantação deste aplicativo implicará em uma onda gigantesca de demissões com o seguinte cenário: milhares de homens e mulheres sem condições de sustentar suas famílias”, acrescentou.

Renato Medeiros disse que o Sindicato não é contra aplicativos que otimizem o serviço, desde que os mesmos sejam direcionados exclusivamente aos motoristas regularizados no serviço de táxi.

A regularização, ou não, do Uber em São Luís vem sendo discutida desde o ano passado.

À época, a então vereadora Luciana Mendes (PP) apresentou projeto de lei proibindo o aplicativo na capital.

A proposta foi aprovada unanimemente pelos vereadores, sendo que ainda aguarda a sanção do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

4 pensou em “Sindicato dos Taxistas se movimenta para evitar regularização do Uber em São Luís

  1. Praticamente tu foi colocado pela janela Paulo Victor, e já começa fazendo bobagem na câmara, dá licença vereador, vai procurar se inteirar

  2. A livre concorrência é leal e trás benefícios para a população de qualquer cidade, desde que seja leal, vereador Paulo Vitor o código de trânsito brasileiro diz que o transporte remunerado de cargas e de passageiro só é permitido por veículos de chapas vermelhas, esse uber vai diretamente contra os princípios do CTB, uma vez aprovado pela câmara eu só posso entender que será pra atender a necessidade de um ou outro vereador que votar a favor do mesmo……..As leis existem para serem cumpridas e eu não conheço nenhuma lei que ampare tal aplicativo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.