A delicada situação de Eliziane Gama e Waldir Maranhão

É de extrema delicadeza a situação eleitoral dos deputados federais Waldir Maranhão (Avante e que irá se filiar ao PTB) e Eliziane Gama (PPS).

Ambos ainda sustentam a tese de que permanecem firmes e fortes com suas pré-candidaturas ao Senado dentro do grupo governistas do qual fazem parte.

Porém, os últimos capítulos protagonizados pelo governador Flávio Dino (PC do B) mostraram que Maranhão e Eliziane terão que mudar a rota no sentido de, pelo menos, tentar viabilizar suas reeleições para Câmara Federal, por exemplo.

Dino, neste último fim de semana, declarou apoio público a pré-candidatura ao Senado do deputado federal e presidente do PDT no Maranhão, Weverton Rocha – reveja.

Comprometeu-se, ainda, com a cúpula nacional do DEM, representada pelo presidente da Câmara, o deputado federal carioca Rodrigo Maia, em apoiar a pré-candidatura do deputado federal e ex-governador, José Reinaldo Tavares (de saída do PSB em direção ao Democratas) – reveja.

Com isso, a chapa governista que tentará carimbar as duas vagas que serão abertas para a Câmara Alta mostra-se fechada.

Eliziane e Maranhão, portanto, terão que buscar um outro caminho. Ou então viabilizar suas candidaturas por um outro grupo que não seja o do comunista – situação, esta, praticamente impossível de ocorrer.

Resta saber se no atual estágio, faltando menos de um ano para o pleito, ainda terão capacidade de reaver apoios políticos que lhes permitam renovar os mandatos.

Se tiveram a complacência do governador, como uma espécie de prêmio de consolação, obterão êxito.

Caso contrário…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *