Pré-candidato ao Senado pelo PT aponta tempos do Sarnodinismo no Maranhão

O sociólogo e pré-candidato ao Senado pelo PT, Paulo Romão, divulgou um artigo, nesta terça-feira (19), no qual, além de ratificar apoio a pré-candidatura ao Governo do senador Weverton Rocha (PDT), apontou o surgimento do que ele classificou de Sarnodinismo no Maranhão.

Trata-se, na avaliação do petista histórico, da junção do grupo do atual governador Carlos Brandão e do ex-governador Flávio Dino com políticos e partidos ligados ao grupo Sarney, que dominou o Estado por quase quatro décadas.

“Está em curso o realinhamento e recomposição do bloco histórico que dominou o poder político no Maranhão nas últimas décadas, unido em torno de Carlos Brandão do PSB. Estamos em tempos de sarnodinismo”, afirmou Romão.

O projeto de reeleição de Brandão e a pré-candidatura ao Senado de Dino já contam com os apoios de figuras como Adriano Sarney, Arnaldo Melo, José Reinaldo Tavares, Luis Fernando Silva, dentre outros.

Siglas sarneysistas, como o MDB e PV, também já aderiram à dupla, que elegeu-se em 2014, pela primeira vez, pregando o fim da oligarquia carcomida.

Abaixo, leia o artigo na íntegra:

Em defesa da aliança PT/PDT Weverton Governador do Maranhão

Neste histórico 20 de abril, a militância petista do Maranhão dará uma contribuição significativa ao processo de devolução do Palácio dos Leões ao povo do Maranhão.

Não há outra narrativa possível para o significado das eleições de 2022 no Maranhão.

Está em curso o realinhamento e recomposição do bloco histórico que dominou o poder político no Maranhão nas últimas décadas, unido em torno de Carlos Brandão do PSB .

Estamos em tempos de sarnodinismo.

O controle político da miséria e da fome seguem firmes como sina histórica imutável e responsáveis pela pobreza histórica do Maranhão voltaram a comandar pastas estratégicas no governo .

Todas as forças políticas progressistas do Maranhão estão com Weverton.

Todo o suco tradicional política maranhense está blocada contra a candidatura de Weverton , no apoio à Brandão.

A escolha não é tão difícil !

Nossa identidade programática de luta com o PDT no Maranhão nos faz caminhar com tranquilidade ao lado deste jovem líder da esquerda maranhense que sempre esteve do lado vermelho da força, e portanto , do lado certo da história.

Estamos falando de um militante do movimento estudantil com sólida formação partidária no PDT, e não sobre quem troca de partido como se troca de roupa ao final do dia, como tem feito um político tradicional como Carlos Brandão , em busca de sobrevivência política .

O apoio a Weverton para resgatar o Palácio dos Leões para as pautas do povo será nossa grande luta política nesta conjuntura a unificar a esquerda.

Estamos falando também de um senador da República, cujo mandato é um farol para a luta dos trabalhadores maranhenses .

Nós do PT , estamos diante de uma oportunidade histórica de contribuir com a ruptura definitiva deste ciclo geracional da pobreza que condena o Maranhão e os maranhenses às piores posições nos indicadores de desenvolvimento econômico e social de nosso país por décadas seguidas.

O Maranhão não continuar sendo o estado mais pobre da federação.

O Maranhão não pode ficar de costas para o processo histórico de retomada da Presidência da República com Lula Presidente.

É Lula lá , Weverton cá .

*O desrespeito com o PT e sua militância, por parte deste grupo conservador que hoje governa o Maranhão , é tamanho, que até trouxeram de fora o pretenso candidato a vice-governador para ocupar a vaga em nome do partido. *

A militância petista do Maranhão está sufocada pela pata dos Leões .

Mas vamos sobreviver .

Lembremos que, de todos os governantes leoninos que tivemos até aqui, Brandão é mais fraco e mesmo sentado confortavelmente na cadeira de governador de estado , ordenando e coordenando todo tipo de abuso de poder político e econômico para fraudar a vontade popular , não lidera nenhuma pesquisa séria, e seus aliados imploram via blogs para que Weverton desista.

Além disso, há uma tentativa desesperada de bolsonarizar a eleição, para encobrir a histórica aliança sarnodinista para a manutenção da miséria como o grande charme da política maranhense.

É tempo de esperançar o Brasil com Lula Presidente.

É tempo de esperançar o Maranhão com Weverton Governador e com o apoio do PT.

Paulo Romão
Sociólogo
Pré-candidato ao Senado Federal pelo PT/MA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.