Brandão ressuscita a velha política do Maranhão

O governador Carlos Brandão (PSB) completará, no próximo dia 02, um mês à frente do comando do Palácio dos Leões.

E alguns detalhes mostram claramente qual é o tom político da sua administração tampão.

Contrariando o próprio ex-governador Flávio Dino, pré-candidato ao Senado, que já se mantém distante do seu sucessor, conforme o editor do Blog revelou, Brandão escanteou aliados de outrora, que tiveram espaço na gestão do comunasocialista, para criar o seu núcleo político próprio e de planejamento.

São figuras que representam o que há de mais atrasado e arcaico na política maranhense, conforme podemos constatar na foto que ilustra este post.

Na pasta do Planejamento e Orçamento, o governador tampão confiou poderes ao ex-prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, ex-sarneysista de carteirinha.

LF carrega em seu currículo, além do fato de ter sido pré-candidato ao Governo pelo grupo Sarney, até o início de 2014, duas renúncias ao cargo de gestor máximo da cidade do Santo Padroeiro.

Ele estava abrigado na Secretaria de Estado de Programas Especiais e recebeu a chave do cofre graças a Brandão.

Para os Projetos Especiais, Brandão depositou confiança no ex-governador José Reinaldo Tavares, seu mentor político e que é cria do ex-presidente José Sarney (MDB).

Tavares, antes de retornar aos Leões, estava sinecurado no Porto do Itaqui, bem distante do então governador Flávio Dino.

Ele é um dos pensadores e articulares da pré-campanha de Brandão.

Na Casa Civil, o governador retirou Diego Galdino, aliado de primeira hora de Dino, e nomeou Sebastião Madeira, ex-prefeito de Imperatriz.

Antes lotado na Gasmar, Madeira, que ficou em terceiro lugar no pleito municipal de 2020, com apenas 16,26% dos votos dos imperatrizenses, também integra o núcleo pensante da pré-campanha de Carlos Brandão.

E tem várias outras figuras, como Rubens Pereira, Aparício Bandeira, titular da Sinfra; Arnaldo Melo; Sergio Macedo; só para citar estes exemplos.

São com estes atores que Carlos Brandão pretende revolucionar o Maranhão e reeleger-se em outubro.

1 pensou em “Brandão ressuscita a velha política do Maranhão

  1. Pingback: Vídeo: “Nosso grupo não irá votar em Flávio Dino”, anuncia Weverton – Blog do ligeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.