Simplício reafirma pré-candidatura ao Governo e avalia que nome do sucessor de Dino só deverá ser anunciado em junho

Para o secretário, caso o governador opte em permanecer no cargo, abdicando do projeto senatorial, o fará para garantir que o Maranhão continue no trilho certo e não retroceda.

Simplício Araújo concedeu entrevista aos jornalistas Glaucio Ericeira e Clodoaldo Corrêa.

O secretário de Estado da Indústria e Comércio, Simplício Araújo, foi o entrevistado de ontem do programa Ponto Continuando, da Rádio Educadora AM 560, apresentado pelos jornalistas Clodoaldo Corrêa e Glaucio Ericeira.

Além de fazer um balanço positivo do seu trabalho à frente da pasta, Simplício, que é presidente regional do Solidariedade (SDD), ratificou sua pré-candidatura ao Governo do Maranhão, apontando a geração de emprego e renda, com foco no incentivo a iniciativa privada, como uma de suas bandeiras de luta.

“Meu plano A, meu plano B e meu plano C é a pré-candidatura ao Governo do Estado”, disse.

Araújo avaliou como correto o posicionamento do governador Flávio Dino (PSB) em deixar para o próximo ano o anúncio do nome que ele pretende apoiar para sua sucessão.

“Na reunião do dia 05 de julho, decidimos nos reunir novamente em novembro, após as regras eleitorais estarem definidas. Foi isso que ficou acertado. E certamente, em novembro, já sabendo das regras do jogo eleitoral, iremos nos reunir com o governador”.

O secretário e pré-candidato disse acreditar que o nome do candidato do grupo governista só será anunciado em junho.

Ele avaliou que o entendimento e união dos agentes que formam este grupo deverão prevalecer

Além de Simplício, também são pré-candidatos ligados ao Palácio dos Leões o senador Weverton Rocha (PDT), o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) e o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL).

“Algumas pessoas estão enganadas sobre a forma como o governador fará essa escolha. O Flávio é um grande líder, ouve a classe política de forma democrática. Porém, nesse processo, é preciso ouvir e dar a prioridade a vossa excelência o povo. Em 2014, derrotamos mais de 200 prefeitos, 36 deputados estaduais e três senadores, por exemplo. O Flávio está respeitando os movimentos da classe política, dos pré-candidatos. Hoje, nós, pré-candidatos, estamos em pé de igualdade. Por isso é importante aguardar mais para sabermos a vontade popular, do eleitor”, comentou.

Simplício Araújo também não descartou a possibilidade de Dino abdicar do projeto senatorial e permanecer nos Leões até o fim do seu mandato.

“Flávio não tem apego ao poder. Ele tem uma grande responsabilidade com o Maranhão. Caso ele avalie que o caminho para manter o Estado no trilho certo não esteja seguro a partir de abril, acredito que ele possa ficar, sim, até o fim do mandato justamente para conduzir a sucessão e garantir que o Maranhão não retroceda”.

Sobre a possiblidade de abertura de uma nova via, encabeçada pelo secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, Araújo avaliou que o seu colega deverá concorrer ao cargo de deputado federal.

“O governador é um grande maestro. Acredito que não tiraria uma opção do bolso para colocar na mesa”.

Clique Aqui e veja a entrevista na íntegra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.