Candidatos sub judice da PM prometem realizar novo protesto contra Flávio Dino

Indignação aumentou depois que os mesmos receberam a informação, esta semana, de que governador não pretende convocar os mais de 1.400 homens e mulheres aprovados.

Os mais de 1.400 candidatos aprovados em 2012 no concurso da Polícia Militar do Maranhão, e que estão em situação sub judice, pretendem realizar, no próximo dia 18, em São Luís, um grande protesto cobrando do governador Flávio Dino (PC do B) a realização do curso de formação e posterior nomeações para o quadro efetivo da instituição.

Desde o início do ano, os candidatos promovem movimentos reivindicando o chamamento do governo para o curso de formação. O blog já tratou do assunto – reveja Aqui.

No entanto, a insatisfação dos mesmos aumentou esta semana, após uma reunião do governador com vereadores da cidade de Imperatriz e deputados estaduais.

Líderes do movimento que representa os candidatos receberam a informação de que, durante o encontro, ao ser cobrado pelos próprios políticos, Dino teria dito que recorreria de qualquer decisão judicial ordenando a convocação dos sub judice.

“Estamos apenas lutando por nossos direitos e não podemos aceitar esse posicionamento do Flávio Dino. Ao contrário do que é dito na propaganda do governo, faltam policiais no Maranhão. O efetivo não chega a sete mil homens e, ainda este ano, mil irão entrar para reserva. Alguns políticos que participaram do encontro nos garantiram que, caso o governador mantenha essa decisão intransigente, irão nos ajudar recorrendo à Justiça”, disse ao editor do blog um dos líderes do movimento.

No próximo dia 18, uma nova reunião está marcada para as 13h entre candidatos e deputados da Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa.

“Caso não tenhamos um posicionamento do governo, iremos novamente para as ruas protestar”, garantiu o candidato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.