Marcial Lima cobra término de obras na Cidade Operária

O vereador Marcial Lima (PRTB) usou a tribuna da Câmara Municipal de São Luís para relatar os transtornos que moradores estão passando em relação à situação de vias situadas nas proximidades da Feira da Cidade Operária.

Segundo o parlamentar, o asfalto da Avenida Esteban 103, Rua Projetada Dois e Avenida Esteban 203 foi retirado para que uma obra de pavimentação fosse realizada, mas o serviço não foi concluído, causando sérios problemas para feirantes e moradores.

“O comércio foi prejudicado porque os buracos e lama deixaram o lugar intransitável. Hoje, o maior concorrente do feirante é uma rede de supermercado, que oferece conforto e produtos para os clientes. Isso é uma concorrência desleal, ainda mais por causa falta de infraestrutura do entorno da Feira da Cidade Operaria”, relatou.

Marcial vai protocolar um projeto de lei que obrigue a Prefeitura começar as obras apenas quando os recursos para conclusão estejam garantidos. “A Prefeitura tem que começar as obras e ter recursos para terminar, para evitar o que está acontecendo com a Cidade Operaria. A economia da região está prejudicada por causa da inoperância do Executivo”, disse.

Durante o discurso, o vereador aproveitou o momento para sugerir que da Defesa Civil, Corpo de Bombeiro e Prefeitura façam uma ação conjunta para vistoriar as estruturas dos terminais de integração de São Luís. Objetivo é evitar acidente como o que ocorreu com o Ginásio Castelinho.

O vereador oficializou o pedido por meio de uma indicação que será votada na Câmara Municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *