Júnior Bolinha é preso acusado de extorsão e ameaça

Apontado como um dos mandantes do assassinato do jornalista Décio Sá, ocorrido em 2012, na Avenida Litorânea, em São Luís, o empresário José Raimundo Sales Chaves Júnior, mais conhecido como Júnior Bolinha, foi preso novamente nesta quarta-feira (11) acusado pelos crimes de extorsão e ameaça.

Júnior Bolinha foi detido em sua residência, no bairro do Araçagi, no município de São José de Ribamar, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça.

Ele foi encaminhado para Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), onde prestou depoimento.

Bolinha foi denunciado por um empresário da cidade de Olho D´Águas das Cunhãs, que o acusou de estar lhe ameaçando e exigindo o pagamento de um empréstimo, fruto de agiotagem, que, hoje, ultrapassaria a casa dos R$ 100 mil.

Em seu depoimento, de acordo com informações obtidas pelo editor do Blog, Júnior negou as denúncias.

Júnior Bolinha goza de liberdade desde dezembro do ano passado, quando deixou o Complexo Penitenciário de Pedrinhas beneficiado por uma decisão dos desembargadores José Luiz de Almeida, José Bernardo Rodrigues e Guerreiro Júnior, que alegaram excesso de prazo no caso Décio Sá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *