O caso Ludmila Rosa e o recado certeiro de Raimundo Cutrim

Ex-secretário de Segurança Pública do Maranhão, o deputado estadual Raimundo Cutrim (PC do B) foi certeiro ao abordar, na tribuna da Assembleia Legislativa, o caso envolvendo o empresário Lucio André e a sua ex-esposa, a advogada Ludmila Rosa Ribeiro.

Cutrim, durante pronunciamento feito ontem na Casa, condenou a atitude do empresário e defendeu que o mesmo seja punido.

No entanto, também condenou o fato de vários setores da imprensa – inclusive boa parte ligado ao governo do estado – tentar politizar o assunto ao envolver o nome do prefeito do município de Pinheiro, Luciano Genésio (Avante), que vem a ser irmão de André.

“Não podemos responsabilizar terceiros”, disse Raimundo Cutrim.

O deputado estadual lembrou que, em 2008, foi vítima de situação parecida ao ter o seu nome relacionado à prisão de um irmão seu, Fernando de Jesus Soares Cutrim, mais conhecido como Louro Bill.

“Em 2008, fui atingido de maneira covarde, de maneira muito errada. Então, se o Lúcio André praticou o crime que ele responda; ele é maior de idade, tem suas responsabilidades. Nós não podemos vinculá-lo ao irmão, o prefeito de Pinheiro”, afirmou.

O empresário é acusado de agredir a ex-esposa e, por conta disso, já teve a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Devido ao ocorrido, o pequeno grupo político que faz oposição a Luciano Genésio vem aproveitando, de forma rasteira, o episódio para tentar macular a imagem do prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *