Ministério Público pede que prefeita de Santa Luzia seja afastada do cargo

O Ministério Público do Maranhão ingressou com uma ação pedindo o afastamento imediato e a indisponibilidade dos bens da prefeita de Santa Luzia, França do Macaquinho.

O pedido ocorre após a constatação de repasse irregulares de contribuição previdenciária dos servidores municipais de Santa Luzia. Por conta disso, a gestora municipal vai responder por suposto ato de improbidade administrativo.

De acordo com o documento do Ministério Público, França do Macaquinho deixou de repassar no ano de 2017, mais de R$12 milhões de contribuições do servidores; em 2018, o valor foi superior a R$13 milhões; em 2019 foi de quase R$12 milhões; em 2020 mais de R$15 milhões; 2021 mais de R$10 milhões, totalizando mais de R$64 milhões não repassado em contribuições previdenciárias dos servidores municipais.

Diante do exposto, o promotor Leonardo Santana Modesto, pediu o afastamento e a indisponibilidade bens da prefeita França do Macaquinho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.