Filiados ao União Brasil estão liberados para escolher qual caminho seguir na eleição para o Governo do Maranhão

O União Brasil, partido criado a partir da fusão entre DEM e PSL, realizou, nesta sexta-feira, em São Luís, sua convenção regional.

Como já era esperado, ficou definido que a sigla se manterá neutra na disputa pelo comando do Palácio dos Leões e seus filiados estão liberados para escolher qual caminho seguir.

Os deputados federais Juscelino Filho e Pedro Lucas Fernandes, 1º vice-presidente e secretário-geral, respectivamente, possuem posições antagônicas em relação ao pleito

Juscelino e seu grupo político apoiam a candidatura do senador licenciado Weverton Rocha (PDT), que lidera a coligação Juntos Pelo Trabalho.

Eles também apoiam a reeleição do senador Roberto Rocha (PTB).

Pedro Lucas e seus apoiadores estão engajados na reeleição do governador Carlos Brandão (PSB), que ainda não encaminhou à Justiça Eleitoral informações sobre a sua coligação.

Também apoiam a candidatura do ex-governador Flávio Dino (PSB) ao Senado.

Diante do impasse entre os principais líderes da legenda, prevaleceu o consenso no sentido da neutralidade e de permitir aos filiados a opção de escolha.

Durante a convenção, também foram oficializadas as chapas para deputado estadual e deputado federal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.