“O que queremos é que os acordos firmados entre os partidos sejam cumpridos”, diz Adriano Sarney sobre federação

O deputado estadual e presidente do PV no Maranhão, Adriano Sarney, emitiu um comunicado, nesta noite, confirmando que o partido realizou sua convenção ontem, oportunidade na qual foram homologadas as chapas proporcionais para Assembleia Legislativa e Câmara Federal.

Os verdes estão federados com o PT e PC do B.

De acordo com a nota, os convencionais decidiram delegar a executiva regional o poder de decisão sobre a chapa majoritária – Governo e Senado.

“O Partido Verde fez a sua convenção no último sábado, dia 30. Os convencionais homologaram as chapas para deputado estadual e federal. Mas, decidiram delegar o poder de decisão sobre a chapa majoritária para a Executiva Regional da legenda até o prazo final das convenções eleitorais, dia 05 de agosto. O encaminhamento é resultado de pendências, como a ainda indefinição da data da convenção e dos acordos finais da Federação Fé Brasil, da qual o PV faz parte”, disse o comunicado.

Em contato com o editor do Blog, Adriano Sarney afirmou que os membros do partido ainda estão aguardando posicionamento dos representantes das outras siglas federadas e do próprio ex-governador Flávio Dino (PSB) sobre a indicação de um verde para ocupar a vaga de primeiro suplente na chapa senatorial que será encabeçada pelo comunasocialista.

“Na verdade, a suplência foi mais uma ideia da nacional quando analisou o cenário estadual e o peso do nosso partido local. O que queremos na estadual é que os acordos firmados entre os partidos sejam cumpridos. Estamos aguardando”, informou o parlamentar, que é candidato a reeleição.

A federação partidária, apesar de não possuir o PSB, é controlada no Estado por Dino, que já indicou como sua 1ª suplente a vice-prefeita de Pinheiro, Ana Paula Lobato, que deixou o PDT para ingressar no PC do B.

Ela é esposa do presidente da Assembleia Legislativa e candidato a reeleição, Othelino Neto (PC do B), coordenador da campanha de Dino.

Para 2ª suplência, Dino contemplou outro comunista, qual seja Egberto Magno.

No entanto, o Cidadania, da senadora Eliziane Gama, trabalha para indicar o Pastor Porto, ex vice-governador.

O petismo está contemplado na chapa majoritária para o Governo, com o ex-secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, como vice do atual governador Carlos Brandão (PSB).

Para o PV, nada foi oferecido até o momento.

Sobre o apoio da legenda para o Governo, é questão pacificada, pelo menos até então, o nome de Carlos Brandão.

Leia também: 

PV mantém exigência sobre 1ª suplência para o Senado e pode não aderir à federação partidária no Maranhão

1 pensou em ““O que queremos é que os acordos firmados entre os partidos sejam cumpridos”, diz Adriano Sarney sobre federação

  1. Pingback: PV sucumbe perante Flávio Dino - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.