“É inacreditável não ter até agora uma campanha de vacinação do Ministério da Saúde”, critica Carlos Lula

Em entrevista à Folha de São Paulo, o ex-secretário da Saúde do Maranhão, Carlos Lula, lamentou o baixo índice de crianças vacinadas contra a Covid-19 no país. Para ele, a falta de campanhas publicitárias de incentivo à vacinação por parte do Ministério da Saúde resulta em baixa adesão dos pais e responsáveis.

“É inacreditável não ter até agora uma campanha de vacinação do Ministério da Saúde dizendo: leve seu filho para vacinar! Vacina salva!”, critica.

Desde o início das discussões sobre a vacinação para o enfrentamento da pandemia, o ex-secretário e ex-presidente do Conass defende a vacinação em massa da população e critica a postura do Governo Federal.

“O Ministério se nega a fazer isso [campanha] e a gente sabe a razão. Se a gente não tiver uma força da presidência no sentido de incentivar a vacinação das crianças é improvável que a gente mude rapidamente esse quadro”, ressalta.

Após recomendação da Anvisa para vacinação de crianças de 3 a 5 anos com a Coronavac, Estados e Distrito Federal aguardam do Ministério da Saúde o envio de doses para o público infantil, até o momento, sem previsão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.