Petistas criticam submissão do partido no Maranhão

Petistas de várias correntes utilizaram as redes sociais para criticar a submissão do partido aos desejos políticos do ex-governador Flávio Dino (PSB).

Delegados ligados a grupos que possuem cargos na estrutura administrativa do Palácio dos Leões levaram a sigla, durante Encontro de Tática Eleitoral (reveja), para os campos de apoio de Dino, pré-candidato ao Senado, e do governador tampão Carlos Brandão (ex-PSDB e agora no PSB).

Aprovaram, ainda, a indicação do ex-secretário Felipe Camarão, oriundo do DEM, para figurar como representante da legenda na condição de pré-candidato a vice-governador na chapa do tucanosocialista.

“Defendemos um @PTMaranhao13 altivo e independente, democrático e participativo , diferente do que está sendo imposto pelo atual presidente e parte de sua direção”, pontuou o presidente do diretório municipal do PT de São Luís, Honorato Fernandes.

“O PT do Maranhão decidiu permanecer pequeno. O PT do Maranhão decidiu seguir ajoelhado . As imagens da barbárie governista sequestrando a democracia partidária rodam o mundo . A tal ‘ unidade ‘ foi produzida na porrada e com cargos públicos, não admitiu divergência”, avaliou o sociólogo Paulo Romão.

“Em 3 décadas, pela 1ª vez Ñ participo da convenção estadual do PT. Lastimo ações dos Leões p/ dividir o PT e realizar encontro sem contraditório. O quadro de delegados Ñ reflete a proporcionalidade do último PED. Delegados serão apenas funcionários do gov. ou por estes indicados. A fase tá tão ruim pra bandas dos leões que o governo tá comemorando apoio até mesmo de petistas com cargos comissionados no próprio governo do estado. Tudo vale para gerar algum fato midiático que pareça novidade. “Que coisa”!”, comentou Márcio Jardim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.