Fim de semana de festança e alegria no Arraial da Cidade, promovido pela Prefeitura de São Luís, na praça Maria Aragão

O primeiro fim de semana do Arraial da Cidade, na Praça Maria Aragão, foi sucesso de público e de atrações. Após dois anos sem festas juninas, ludovicenses e turistas escolheram o terreiro junino para curtir o melhor do São João da Ilha, lotando o espaço no sábado (11) e domingo (12). Na programação, um recorte do melhor da cultura popular maranhense.

“Para nós é uma grande felicidade podermos proporcionar o retorno do nosso São João para nossa população que estava com saudades dos festejos juninos. Organizamos uma grande programação, privilegiando nossos artistas locais e grupos folclóricos, fazendo uma festa para alegrar nossos corações”, disse o prefeito Eduardo Braide, que compareceu à festança na noite de sábado (11) quando se apresentaram a quadrilha mirim Mocinha do Sertão, Cacuriá da Vila Goreth, o cantor Daffé com o show Tributo a Papete, Baile de Caixa alternativo e os bois de Nina Rodrigues, de Maracanã e Barrica.

No domingo (12), se apresentaram o cacuriá mirim Rabo de Saia, a dança portuguesa Império de Lisboa, a artista Teresa Canto, o boi Novilho Branco e os bois Brilho da Ilha, de Apolônio e da Pindoba. Já no Barracão do Forró, as bandas Bom Demais e Forró Pegado comandaram o arrasta-pé.

E foi a beleza e a diversidade da cultura local que encantou o casal Alexandre Leite, 60 anos, funcionário público, e Lucimar Miranda, 62 anos, médica, ambos aposentados. Essa é a terceira vez que eles vêm a São Luís, sendo que é a primeira durante o festejo junino.

“Gostaria de parabenizar a Prefeitura pela organização do evento, que tem uma boa estrutura de barracas, decoração e serviços de segurança. Tinha outra impressão e fui surpreendido positivamente. Também estou ansioso para assistir ao bumba meu boi. Soube hoje do auto do boi e fiquei interessado”, comentou Alexandre Leite.

O secretário municipal de Cultura, Marco Duailibe, destacou o primeiro fim de semana do Arraial da Cidade. “Recebemos a determinação do prefeito Eduardo Braide para que nosso São João fosse esse resgate da nossa identidade cultural após dois anos sem a realização das festas. E os primeiros dias do Arraial da Cidade são a prova disso. Atrações animadas, grande público, decoração caprichada, estrutura com barracas e ambulantes com venda de comida e bebida, e serviços de segurança estão proporcionando um ambiente perfeito para todos curtirem com conforto a volta dos festejos juninos neste espaço tão tradicional. E é só o começo”, completou.

Os integrantes das manifestações que se apresentam no terreiro junino também destacam a importância dos espaços culturais neste período. Uma delas é Rafaella Santos, 33 anos, que faz parte da dança portuguesa Império de Lisboa, agremiação criada no bairro Maiobão, em 1999. “A dança é a minha motivação, me tira da depressão, me dá alegria e ainda é uma fonte de renda, porque confecciono bordados de outros integrantes do grupo. É uma emoção única quando entro no palco. Sou a comandante geral, é uma responsabilidade muito grande estarmos em um espaço tão importante como este”, comentou ela que dança há 15 anos.

O Arraial da Cidade seguirá com programação até o dia 30 de junho, sempre de quarta-feira a domingo. O arraial é organizado por uma ação conjunta da Secretaria de Cultura (Secult), Turismo (Setur), Trânsito e Transportes (SMTT), Comunicação (Secom), Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social (Amdes), Habitação e Urbanismo (Semurh – Blitz Urbana), Informação e Tecnologia (Semit), Saúde (Semus – Vigilância Sanitária), Obras e Serviços Públicos (Semosp), Pessoa com Deficiência (Semeped) e ainda Cruz Vermelha, Corpo de Bombeiros Militar, Bombeiros Civis, Polícia Civil, Polícia Militar e uma empresa privada de segurança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.