Senador solicita intervenção do Governo Federal no serviço de ferry-boats no Maranhão

O senador Roberto Rocha (PTB) afirmou que solicitará ao Governo Federal intervenção no serviço de ferry-boats gerenciado pelo Governo do Maranhão e oferecido a milhares de maranhenses que fazem a travessia São Luís/Cujupe e no sentido contrário.

De acordo com ele, além do serviço prestado ser de péssima qualidade, com embarcações antigas e com infraestrutura debilitada, a empresa vencedora de uma licitação, ocorrida em 2020, é de Belém e opera com embarcações adaptadas para rios, o que não é a situação existente na capital maranhense.

Na avaliação do parlamentar, é necessário que o Ministério Público Federal também dê atenção ao caso até para que se evite uma tragédia em alto mar.

“O Maranhão vive um colapso no sistema de ferry-boats. Renovo o apelo ao Governo Federal que possa ir ao encontro dos anseios do povo que está de socorro. Está na nossa Constituição o direito sagrado de ir e vir que está sendo impedido pelo Governo do Maranhão. Por que o ex-governador Flávio Dino tomou medidas que trouxeram um problema gravíssimo para população. Peço providências da PGR, do Ministério Público Federal e da Presidência da República”, afirmou o senador e pré-candidato a reeleição.

Esta semana, condutores de veículos, além de representantes de caminhoneiros e do serviço de vans, realizaram protesto na via que dá acesso ao terminal localizado no bairro do Anjo da Guarda.

Além de reivindicarem um serviço de qualidade, os manifestantes criticaram o fato de uma das embarcações, de nome Cidade de Araioses, ter suspendido as atividades em função de ter sido encaminhada para reparos.

Em recente entrevista, Sebastião Madeira, chefe da Casa Civil, garantiu que, nesta quinta-feira (19), a referida embarcação voltará a funcionar.

Afirmou, ainda, aluguel de uma outra embarcação, ampliando os horários de translado.

“O Governo Brandão está ciente de todas as questões que envolvem o transporte de ferryboat e não mede esforços para retomar plenamente esta atividade. A curto prazo, estamos viabilizando contrato com uma empresa de Belém, vamos alugar uma embarcação. A médio prazo, o Estaleiro Escola vai recuperar o segundo barco da Serviporto. E a longo prazo, o terceiro barco, também da Serviporto, será recuperado”, comentou o ex-prefeito de Imperatriz.

Convite – O deputado estadual Neto Evangelista apresentou requerimento convidando o presidente da Agência de Mobilidade Urbana (MOB), Celso Henrique Rodrigues Borgneth, para prestar esclarecimentos acerca do funcionamento do sistema de travessia de veículos e passageiros, no trecho Ponta da Madeira – Cujupe – Ponta da Madeira, operado pelos ferry boats pertencentes as empresas Internacional Marítima e Servi-Porto.

O parlamentar destacou que a população fez protesto no terminal da Ponta Espera, em São Luís e no terminal do Cujupe, em Alcântara. “Não dá pra população ser tratada dessa forma. Precisa se chegar a uma solução para entregar um serviço de qualidade”, completou.

De acordo com o requerimento, também serão convidados representantes da secretaria de Infraestrutura, do Ministério Público do Consumidor, das empresas Servi Porto e |Internacional, das cooperativas e associações de transporte autônomo e da Famem, representando os municípios da baixada.

 

3 pensou em “Senador solicita intervenção do Governo Federal no serviço de ferry-boats no Maranhão

  1. Pingback: Senador solicita intervenção do Governo Federal no serviço de ferry-boats no Maranhão – Blog do ligeiro

  2. Pingback: Dino exalta casamento de Lula e se mantém calado sobre os problemas do Maranhão - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  3. Pingback: Senado pode criar Comissão para averiguar situação do serviço de ferry-boat no Maranhão - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.