Rodoviários ameaçam paralisar atividades devido a falta segurança nos coletivos da Grande Ilha

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão emitiu nota admitindo a possibilidade da categoria paralisar as atividades em função da falta de segurança no sistema de transporte coletivo que serve São Luís e demais municípios da região metropolitana.
Vários assaltos foram registrados, esta semana, no sistema de transporte público da capital, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

Um homem, na tarde de ontem, acabou sendo atingindo por um disparo durante uma ação criminosa dentro de um ônibus que faz linha para zona rural de São Luís.

Na quarta-feira, uma mulher faleceu ao jogar-se de um coletivo que havia sido invadido por bandidos na Estrada de Ribamar.

“O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão esclarece que em relação ao caso do motorista esfaqueado, durante mais um assalto a ônibus praticado na noite desta quarta-feira (18), que adotou de imediato, todas as medidas cabíveis, para garantir o atendimento ao trabalhador que sofreu ferimentos nas mãos e no pescoço e que felizmente, já se encontra em casa e fora de perigo. A entidade também já cobrou das forças policiais, providências, para que os criminosos sejam identificados e presos. Na manhã desta quinta-feira (18), por determinação do Presidente, Marcelo Brito, ofícios foram expedidos e encaminhados para os órgãos envolvidos, principalmente, a Secretaria de Segurança Pública, para que a prática seja combatida com mais rigor em toda a Grande São Luís. Diante desta situação, o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão alerta que se a insegurança dentro dos coletivos continuar, todos os Rodoviários cruzarão os braços e o sistema de transporte público em São Luís irá parar, até que o serviço volte a ser seguro para trabalhadores e usuários”, disse o Sindicato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.