MP confirma proposta de reajuste de 10,06% para professores de São Luís

O Ministério Público do Maranhão, durante reunião de conciliação realizada nesta terça-feira, da qual participaram representantes do Município de São Luís e do SindEducação, recomendou que a Prefeitura implante reajuste salarial de 10,06% para os professores da rede municipal de ensino da capital.

A proposta, que já havia sido apresentada pela gestão do prefeito Eduardo Braide, visa pôr fim ao movimento grevista iniciado no mês passado.

O reajuste será implantado mediante projeto de lei, de autoria do Executivo, que deverá ser encaminhado à Câmara Municipal.

O Parquet também solicitou ao Sindicato que oriente os docentes que aderiram ao movimento a retornarem as salas de aula como forma de não mais continuar prejudicando o ano letivo dos estudantes.

A medida, segundo o MP, faz-se necessária em virtude do Município nunca ter se negado a continuar mantendo diálogo acerca das reivindicações apresentadas pela entidade e professores.

O SindEducação, vale destacar, pleitea reajuste de 17,62%.

Leia também:

Parecer do MPMA orienta sobre concessão de reajuste do piso para professores

Reajustes propostos por Braide terão impacto de R$ 160 milhões no orçamento do Município de São Luís

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.