Divisão entre Zé Inácio e Camarão deve adiar Encontro de Tática Eleitoral do PT

A direção estadual do PT se reúne nesta noite para apreciar ofício encaminhado pela executiva nacional do partido sugerindo o adiamento do Encontro de Tática Eleitoral que está marcado para acontecer neste sábado (28) e domingo (29).

A tese do adiamento, que deverá prevalecer, empurrando o evento para os dias 04 e 05 de junho, de acordo com o que foi apurado pelo editor do Blog, surgiu do imbróglio envolvendo o deputado estadual Zé Inácio e o ex-secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

Ambos lutam para ser a indicação petista para compor, na condição de vice, a chapa governista que será encabeçada por Carlos Brandão (PSB).

Zé Inácio tem o apoio de correntes chamadas do campo raiz. Camarão é uma indicação do ex-governador Flávio Dino (PSB) e possui a adesão de petistas representantes de correntes sob o domínio do comunasocialista.

A sugestão de adiamento oficializada pela nacional do PT tem como pano de fundo dois recursos interpostos, em Brasília, pelo próprio Zé Inácio e pelo ex-presidente do diretório estadual, Augusto Lobato.

Dos 160 delegados com direito a voto no Encontro de Tática Eleitoral, 80 são dos campos de Francimar Melo, atual presidente da sigla, e do deputado federal Zé Carlos.

E defendem a tese “Camarão Vice de Brandão”.

Respeitando a regra da proporcionalidade das forças que empossaram o atual diretório estadual, Zé Inácio tem o poder de indicar 40 delegados.

Os outros 40 seriam indicação de outras correntes minoritárias encabeçadas por Luiz Henrique Lula da Silva, Chico Gonçalves, Creuzamar e pelo próprio Lobato, por exemplo.

Ocorre que o ex-presidente, sem consultar os chamados grupos minoritários, indicou os outros 40 delegados – todos contrários à Camarão e simpáticos ao deputado estadual – situação que gerou nova crise no partido de Lula em terras maranhenses.

Nos recursos, Inácio e Lobato reivindicam que a nacional os confirmem como representantes da maioria que engloba as chamadas correntes minoritárias.

Caso obtenham êxito, terão força suficiente para “peitar” a indicação de Flávio Dino para vice de Brandão.

Federação – Por falar em Zé Inácio, o parlamentar foi indicado para compor a direção nacional da federação envolvendo PT, PC do B e PV.

“Agradeço aos companheiros e companheiras do PT Nacional pela indicação do meu nome para compor a Direção Nacional da Federação PT, PCdoB e PV (Federação Brasil da Esperança). Trabalharemos juntos em defesa do Brasil, do Maranhão, da Democracia e de Lula”, disse o parlamentar nas redes sociais.

Leia também:

Com controle da Federação, Dino pode alterar resultado do Encontro de Tática Eleitoral do PT

1 pensou em “Divisão entre Zé Inácio e Camarão deve adiar Encontro de Tática Eleitoral do PT

  1. Pingback: Zé Inácio mantém inscrição para ser vice de Brandão e diz acreditar que resultado do Encontro de Tática será respeitado - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.