Após criticar uso eleitoreiro de helicóptero, petista vira alvo dos Leões

O sociólogo e pré-candidato ao Senado pelo PT, Paulo Romão, tornou-se alvo da artilharia digital comandada pelo Palácio dos Leões.

No fim de semana, o petista foi um dos vários políticos que criticaram o uso indevido de um helicóptero do Centro Tático Aéreo pelo ex-governador Flávio Dino (PSB), também pré-candidato à Câmara Alta.

Dino deslocou-se até a cidade de Grajaú para participar de uma agenda oficial do Governo.

“Não existe justificativa plausível para que o ex-governador Flávio Dino use o helicóptero alugado pelo dinheiro do contribuinte maranhense para seus atos de pré-campanha. É ilegal , é imoral , é abusivo , e se equipara ao uso escandaloso dos cartões corporativos por Bolsonaro. O aparelhamento da máquina pública para ajudar eleitoralmente a candidatura do ex-governador Flávio Dino Senado Federal é reveladora da necessidade deles de bolsonarizar qualquer divergência. Enquanto isso, eles voam de helicóptero pago com nossos impostos para renovar promessas”, disse o pré-candidato nas redes sociais.

Foi o bastante para blogs ligados ao Governo começarem a disparar contra Romão e outros petistas que apoiam a pré-candidatura do senador Weverton Rocha (PDT).

“Se está batendo, o simples incômodo começou a virar uma dor crônica. O governo já escalou sua artilharia de assassinatos de reputação. Eles sabem o que está combatendo. Vamos somar nossa força e derrotar essa gente esse pessoal que se acha dono do Maranhão”, comentou o sociólogo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.