Zé Carlos denuncia prejuízo aos consumidores com privatização da Eletrobras

O deputado federal Zé Carlos (PT) e mais sete parlamentares encaminharam documento ao Tribunal de Contas da União (TCU) para suspender a venda da Eletrobrás. Para os deputados, o Governo Federal omitiu informações aos brasileiros sobre os impactos tarifários advindos com a venda da empresa.

No documento, os parlamentares afirmam que o sigilo dessas informações, omitida até mesmo ao TCU, compromete a resposta técnica dos parlamentares nas ações que movem questionando a privatização da Eletrobras junto ao órgão de controle.

De acordo com Zé Carlos, a venda da Eletrobras terá um efeito perverso sobre o custo de energia e sobre o salário do trabalhador brasileiro.

“Esta semana, o TCU fará a última sessão de julgamento da privatização da Eletrobrás. Por um lado, temos o preço de venda da empresa subavaliado em R$ 46 bilhões. Por outro, o sigilo sobre os impactos tarifários impostos pelo governo. Não podemos permitir essa privatização absurda. Vamos lutar até o fim contra essa maldade”, disse o parlamentar.

Zé Carlos afirma ainda que, ao contrário do que defende o Governo federal, a conta de energia não ficará mais barata para os consumidores.

“O Governo Federal mais uma vez tenta enganar o trabalhador brasileiro. A conta de energia não será barateada com a privatização da Eletrobrás. Não vamos entregar um patrimônio que pertence ao povo brasileiro”, enfatizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.