Vídeo: Brandão já condenou reeleição no exercício do cargo

Em 2007, na tribuna da Câmara, Brandão condenou reeleição de presidentes da República, governadores e prefeitos.

A política tem história e nós, jornalistas, devemos busca-la para publicizar demagogias baratas que visam enganar o povo.

O atual governador do Maranhão, Carlos Brandão, em um passado recente, utilizou a tribuna da Câmara Federal para condenar regra do sistema eleitoral que permite que detentores de cargos majoritários disputem a reeleição no exercício do mandato.

O discurso de Brandão, obtido pelo editor do blog com exclusividade, foi proferido em 2007, após o mesmo ter sido eleito, no ano anterior, deputado federal pela primeira vez pelo PSDB.

Luiz Inácio Lula da Silva, a quem o tucanosocialista classificou de estelionatário eleitoral, havia sido reeleito em 2006.

“A experiência dos últimos anos demonstrou que foi um erro permitir que presidente da República, governadores e prefeitos disputem a reeleição no exercício do cargo. A prática confirmou as piores previsões, a disputa, nesse caso, se dá em condições desiguais pela enorme exposição que a posse do cargo propicia aos candidatos a reeleição”, disse  à época.

Hoje, sentado na cadeira principal do Palácio dos Leões, o governador tampão se beneficia justamente daquilo que ele condenou.

Coerência mandou lembranças…

Abaixo, veja o vídeo:

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.