“Ele é o próprio demônio”, diz Flávio Dino sobre Bolsonaro

O ex-governador Flávio Dino (PSB) voltou a bater forte no seu desafeto político, o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Em entrevista ao Uol News, na noite de ontem, o pré-candidato ao Senado disse que o capitão reformado do Exército não é apenas um seguidor do demônio, mas o próprio demônio.

“Tudo que puder impedir o seu crescimento [de Bolsonaro], impedir que vá ao segundo turno, é bom. Por isso que eu sempre me coloquei como quadro da esquerda brasileira na condição de torcedor da terceira via. Acho que é importante para o Brasil, porque se não esses eleitores centristas podem ser tentados a aderirem ao Bolsonaro, que não é apenas um seguidor do demônio, para mim ele é o próprio demônio”, disse.

Nas redes sociais, o senador Roberto Rocha (PTB), aliado de Bolsonaro, criticou o ex-comunista, afirmando que o mesmo cometeu crime de injúria (art. 140, CP), pelo qual deve ser julgado e condenado.

“Mas já que ele trouxe o diabo para o debate político, vamos falar um pouco da sua história. O Diabo já foi flagrado na história humana algumas vezes. Sempre associado aos pesadelos de regimes totalitários, de matiz comunista ou nazista. Ele é fruto do niilismo e da subjugação humana, em nome de ideais de pureza e elevação. O seu endereço foram os Gulags e os Auschwitz. Flavio Dino é culto o suficiente para saber disso. Mas veste as roupas da burrice ideológica da qual não consegue se livrar. Até quando?”, pontuou o senador.

2 pensou em ““Ele é o próprio demônio”, diz Flávio Dino sobre Bolsonaro

  1. Pingback: Após ser chamado de demônio por Flávio Dino, Bolsonaro mostra que transferiu R$ 15,7 bilhões ao Maranhão - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: Dino diz que bolsonarismo tem que voltar para o inferno - Blog do Gláucio EriceiraBlog do Gláucio Ericeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.