“Temos que atrair a iniciativa privada para próximo do setor público”, diz Simplício ao reafirmar pré-candidatura ao Governo

O ex-secretário estadual de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, foi o entrevistado, nesta manhã, do quadro Bastidores, da TV Mirante.

Simplício tratou de enterrar fake news, divulgado por opositores, informando falsamente de que ele teria desistido de concorrer ao Governo do Maranhão.

“Sou pré-candidato e quero ser um governador que atraia a iniciativa privada, responsável por 70% da movimentação da economia, para próximo do poder público. Não quero ser gestor de folha de pagamento. Serei um gestor que potencializará aquilo que o Maranhão tem de melhor, que incentivará o setor privado objetivando gerar mais emprego e renda”, disse.

Somente em 2021, as ações estratégicas desenvolvidas por Simplício na Seinc possibilitaram a geração de 41 mil novos empregos formais no Maranhão. O Estado, ainda com o pré-candidato no comando da pasta, foi o segundo do Nordeste que mais gerou oportunidades de emprego este ano, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged).

O pré-candidato, no bate-papo com o jornalista Clovis Cabalau, avaliou que, neste momento de pré-campanha, é necessário que os postulantes à sucessão do governador Flávio Dino (PSB) se proponham a discutir os rumos que o Maranhão deverá seguir neste cenário de pós-pandemia, como forma de se sugerir ações que reconstruam a economia do Estado, fazendo com que ela cresça e atraia novos investimentos.

Sobre pesquisas de intenção de voto, Simplício afirmou que, neste momento, 70% do eleitorado maranhense está fora desta discussão, mostrando-se interessado em dialogar sobre propostas que viabilizem, de fato, oportunidades de emprego e até mesmo a garantia da segurança alimentar.

“No governo Flávio, muito foi feito, inclusive no período da pandemia. Agora, é necessário que discutamos um cenário para frente, que restabeleça a economia do Estado, que desenvolva o Maranhão. Essa é a minha proposta e por isso serei candidato”.

Simplício afirmou que possui total apoio do seu partido, o Solidariedade. Informou, ainda, que a sigla terá nominatas fortes para concorrer na eleição proporcional e que está discutindo com outras duas legendas uma possível composição.

Clique Aqui e veja a entrevista na íntegra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.