Véio da Havan critica PC do B e diz que Braide está feliz com instalação de loja em São Luís

O empresário Luciano Hang, proprietário das Lojas Havan, se manifestou publicamente acerca da polêmica envolvendo a instalação de uma réplica da Estátua da Liberdade em um terreno, localizado na Avenida Daniel de La Touche, em São Luís, onde ele está implantando mais uma unidade do seu grupo empresarial.

A colocação da Estátua provocou insatisfação junto à pessoas politicamente ligadas ao campo da esquerda, suscitando, ainda, um debate público e ideológico entre os secretários estaduais Simplício Araújo (Indústria e Comércio) e Márcio Jerry (Cidades e Desenvolvimento Urbano) – este último é presidente do PC do B no Estado. 

A loja da Havan em São Luís gerará cerca de 300 empregos e será inaugurada em agosto.

Outros 200 empregos deverão ser gerados através da instalação, no mesmo terreno, de mais um supermercado do Grupo Mateus.

Para Hang, que é apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e que gosta de ser chamado de Véio da Havan, a polêmica é desnecessária e possui cunho político.

“A Estátua da Liberdade é um símbolo nosso [das lojas Hava] e que dada pelos franceses aos americanos quando a América fez 100 anos da independência. Aí vem uma atriz dizendo que não vai fazer estátua em São Luís. Acho que ela é do PC do B. Não sei se ela é política ou paga por políticos”, disse.

De acordo com Hang, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), está de acordo com a instalação da loja e a favor da geração de novos empregos na cidade.

“Agora mesmo recebi uma ligação do prefeito, que está feliz da vida com a chegada da Havan. Nós aqui queremos empregos, queremos desenvolvimento; e o povo está feliz da vida”.

Clique Aqui e veja a entrevista do empresário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *