Vereadores são a favor de aproximação institucional entre gestões Eduardo Braide e Flávio Dino

Paulo Victor e Marcial Lima trataram do tema no retorno das atividades híbridas da Câmara.

Os vereadores Marcial Lima (Podemos) e Paulo Victor (PC do B) mostram-se favoráveis no reinicio dos trabalhos híbridos na Câmara Municipal de São Luís, ocorrido ontem, a uma aproximação institucional entre as gestões do prefeito Eduardo Braide (Podemos) e do governador Flávio Dino (PC do B).

Integrante do Bloco Parlamentar Unidos Por São Luís, que possui posicionamento mais independente em relação a Prefeitura, já tendo, inclusive, promovido vistorias em unidades de saúde, Paulo Victor, ao usar a tribuna, disse que a porta do Palácio dos Leões está aberta e o governador mostra-se disposto a dialogar com o prefeito no sentido de formalizar parcerias que beneficiem os moradores da capital.

“A partir de hoje, uso essa tribuna de forma propositiva, na divulgação das obras que o Governo do Maranhão tem feito pela nossa cidade. E trago um convite, com a autorização do governador Flávio Dino, ao prefeito Eduardo Braide. A porta do Palácio está de portas abertas. Não existe governar a cidade sem um convênio direto ou indireto com o Governo do Maranhão. Até hoje, não houve uma agenda com o prefeito de São Luís. Para que se desenvolva um trabalho positivo por São Luís”, comentou o vereador comunista.

Líder do Governo Braide no Parlamento, Marcial Lima, em contato com o editor do Blog, afirmou: “Este tema parceria institucional, nós debatemos internamente, eu e o vereador Batista Matos, antes dele falecer. Batista chegou até a comentar, em um dos seus pronunciamentos na tribuna da Casa. Eu particularmente não sou contra a qualquer tipo de parceria institucional. O mundo é dos parceiros, ninguém consegue desenvolver um país, uma cidade e um Estado sem parceria. A política passa, cada eleição tem uma história diferente. No Brasil nós temos eleições de dois em dois anos e cada uma tem uma história diferente. Claro, cada uma tem a divergência política, tem o debate político, tem a discussão. Agora o desenvolvimento é diferente. Nós temos que pensar todo dia, todo minuto no desenvolvimento de nossa cidade. Então, eu não posso ser contra o desenvolvimento. Eu posso até não votar em alguém, mas discutir institucionalmente investimentos para uma cidade, eu tenho que estar preparado. É para o bem do povo, é para o bem da população. Vamos debater. Nós não estamos firmando acordos para próxima eleição. Nós estamos firmando acordos de obras que a população possa participar. Eu acho que essa parceria tem que ter o envolvimento da população. Por exemplo, se o Governo do Estado vai lançar uma obra em parceria com o Município, que discuta, por meio de audiência pública, o futuro daquela obra. Então em penso muito nisso, discutir com a população a parceria institucional. Sou defensor da parceria belo bem de uma cidade, sou defensor do desenvolvimento”.

Eduardo Braide e Flávio Dino estiveram em campos opostos no pleito do ano passado em São Luís, quando o primeiro obteve a vitória nas urnas.

Enquanto Braide gozava do apoio de políticos e partidos alinhados ao Palácio dos Leões, o governador, já no segundo turno, declarou apoio público ao deputado estadual Duarte Júnior, do Republicanos, que acabou derrotado.

De lá pra cá, os dois reuniram-se apenas uma vez, oportunidade na qual Braide e outros prefeitos estiveram no Palácio dos Leões para tratar com o governador sobre ações de combate a pandemia do novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *