O futuro incerto de Duarte Júnior na Assembleia Legislativa

Derrotado nas urnas pelo deputado federal Eduardo Braide (Podemos), que elegeu-se prefeito de São Luís neste último domingo, o deputado estadual Duarte Júnior (Republicanos) possui, a partir de agora, futuro incerto na Assembleia Legislativa.

O republicano deverá ser alvo de procedimento no Conselho de Ética da Casa que poderá, ou não, lhe custar o mandato obtido em 2018.

Ainda no primeiro turno do pleito na capital, Duarte envolveu-se em uma polêmica acerca do fato de ter testado positivo para o Novo Coronavírus.

O parlamentar anunciou que estava infectado somente no dia 11 de novembro, oportunidade na qual suspendeu suas atividades de campanha.

No entanto, atendendo pedido do vice-presidente da Assembleia, deputado Glalbert Cutrim (PDT), o diretor-geral do Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (Lacen), Luiz Fernando Ramos Ferreira, confirmou, através de certidão divulgada à época, que o então candidato do Republicanos estava infectado com a Covid-19 desde o dia 06 de novembro.

No Conselho de Ética da Alema, Duarte deverá ser denunciado por crime contra a saúde pública, uma vez que teria propositalmente disseminado o vírus por um período de pelo menos cinco dias.

Vale destacar que o deputado mantém péssima relação com praticamente todos os seus pares, tendo, inclusive, criticado alguns durante a campanha, como são os casos de Neto Evangelista (DEM) e Yglésio Moyses (PROS).

Portanto, vale a pena acompanhar como se desenhará o futuro de Duarte no Parlamento Estadual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *