“Repertório inacreditável de crimes”, diz Flavio Dino sobre vídeo de Bolsonaro com ministros

Crítico ferrenho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), manifestou-se nas suas redes sociais, nesta noite, acerca do vídeo no qual o capitão reformado do Exército reuniu-se com sua equipe ministerial, no dia 22 do mês passado.

A divulgação das imagens foi autorizada pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), com exceção dos trechos nos quais Bolsonaro se refere a outros países.

O vídeo é peça fundamental de um inquérito da Polícia Federal, aberto a partir de denúncia formulada pelo ex-ministro Sergio Moro, para apurar possível interferência do presidente na PF com o objetivo de obter informações privilegiadas e, desta forma, evitar que sua família seja prejudicada.

Para Dino, “na forma e no conteúdo, a tal reunião ministerial revela um repertório inacreditável de crimes, quebras de decoro e infrações administrativas. Além de uma imensa desmoralização e perda de legitimidade desse tipo de gente no comando da nossa Nação”.

“O vídeo da reunião ministerial é grave porque: 1. Confirma a delação de Sérgio Moro. 2. Contém diversos crimes contra a honra. 3. Revela planos de “armar a população” para fins POLÍTICOS. 4. Mostra inequívocos impulsos despóticos”, completou o comunista.

Leia também: 

Em reunião ministerial, Bolsonaro diz: ‘Eu não vou esperar foder a minha família toda’

Ministro do Meio Ambiente defende passar ‘a boiada’ na pandemia

Bolsonaro chama Doria de ‘bosta’ e Witzel de ‘estrume’

1 pensou em ““Repertório inacreditável de crimes”, diz Flavio Dino sobre vídeo de Bolsonaro com ministros

  1. Pingback: “Repertório inacreditável de crimes”, afirma Flavio Dino sobre vídeo de Bolsonaro com ministros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *