Marcial Lima desfaz fake news criado por presidente do PRTB

O vereador Marcial Lima divulgou nota, nesta quarta-feira (12), através da qual enterrou fake news plantado pelo presidente estadual do PRTB, Wellington Luís Moraes de Albuquerque, filho do falecido apresentador de TV, Jairzinho da Silva.

Jairzinho Filho, apelido pelo qual Wellington é mais conhecido, deixou vazar na imprensa informação revelando que ele, com o aval da direção nacional do partido, teria, de uma só vez, dado a desfiliação aos vereadores da capital filiados ao PRTB, dentre eles o próprio Marcial.

A notícia foi divulgada em alguns veículos de comunicação utilizando tom pejorativo, principalmente no que se refere aos parlamentares.

Na nota, acompanhada de documentos, Marcial comprova que já havia solicitado a saída da sigla.

O fez, inclusive, encaminhando expediente ao próprio diretório regional da legenda e a Justiça Eleitoral.

Abaixo, leia, na íntegra, o posicionamento esclarecedor do vereador.

Como direito de resposta e respeito aos leitores e aos internautas, queremos esclarecer as informações sobre nossa saída do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB). Na condição de jornalista e de cidadão, precisamos, com muita seriedade, desqualificar “notícias” caluniosas que não retratam a verdade. Temos pautado nossa vida no jornalismo e na política com muita seriedade.

Com relação a nossa saída do partido, cumprimos o trâmite legal. Saímos da agremiação partidária sem atrito ou divergência com as pessoas que integram, representam e dirigem o PRTB aqui no Estado do Maranhão.

Comunicamos a nossa saída, pessoalmente e por escrito, ao presidente estadual do PRTB, Wellington Luís Moraes de Albuquerque, e, também, à Justiça Eleitoral por meio da 76ª Zona Eleitoral de São Luís (MA).

Essas informações podem ser comprovadas por meio de documentos aceitos e assinados pelo presidente do partido e pela Justiça Eleitoral. Há originais e cópias à disposição de todos.

Como pessoa atingida por informações erradas e caluniosas, recomendamos que haja o reparo e a publicação correta das notícias, sobre os outros vereadores citados, cada um deve usar o direito de defesa.

Observação:
Neste caso específico, amigo, não precisamos de Carta de Anuência do PRTB. Não fomos eleitos pelo partido. A legislação eleitoral é clara. Antes dessa carta, já tínhamos até pedido a desfiliação. É importante que, antes da publicação, leia o que fala a legislação eleitoral.

Outra informação: não estamos à procura de partido político. Desde o ano passado, decidimos escolher o PODEMOS. Nós vamos caminhar e apoiar o deputado federal Eduardo Braide, ´pré-candidato e candidato a prefeito de São Luís.

Por fim, viva o jornalismo sério! NÃO ao FAKE NEWS!

Obrigado pela atenção e…

Um abraço!

Marcial Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *