Chiquinho Escórcio detona João Alberto e Roseana Sarney

O ex- deputado federal Francisco Escórcio recorreu as redes sociais para demonstrar insatisfação em relação aos rumos tomados pelo seu partido, o MDB.

Chiquinho também aproveitou a postagem para detonar o ex-senador João Alberto, presidente da sigla, e a ex-governadora Roseana Sarney, cujo nome está sendo apoiado pelo núcleo duro emedebista para ser candidata a prefeita de São Luís.

Abaixo, leia o desabafo de Escórcio:

Meu querido PMDB/MDB do Maranhão, está igual ao CRUZEIRO FUTEBOL CLUBE.

Conheci o MDB NACIONAL, através da popularidade do PRESIDENTE SARNEY no PLANO CRUZADO, que chegou a arrebentar as urnas de todo o Brasil, fazendo quase todos os Governadores, Senadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais, Prefeitos e Vereadores de todo o país.

ERA O MAIOR PARTIDO

O time do CRUZEIRO de Tostão, Piazza e Dirceu Lopes, fez parte da elite do futebol brasileiro, ganhando 4 vezes o campeonato da SÉRIE A, o CRUZEIRO hoje é uma decadência, deve os seus atletas, o time está à beira da segunda divisão, tudo por conta de uma administração desastrosa.

O QUE NÃO É DIFERENTE DO PMDB/MDB DO MARANHÃO

Vejo o PMDB/MDB do Maranhão que já foi uma potência, elegendo várias vezes, Governadores, Senadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais, Prefeitos e Vereadores, em grande quantidade, e agora se arrastando, não houve RENOVAÇÃO necessária.

O DONO do PMDB/MDB do Maranhão ex-senador JOÃO ALBERTO, já tem em média 40 anos à frente deste PARTIDO no Estado, e não larga. A ROSEANA SARNEY e o HILDO ROCHA, lutaram com todas as forças para terem o comando da sigla, e não obtiveram sucesso, são hoje apenas figuras decorativas dentro da estrutura do PMDB/MDB.

O PMDB/MDB DO MARANHÃO, PERTENCE A REPÚBLICA DE BACABAL

Agora esse jovem e talentoso PRESIDENTE DO MDB NACIONAL BALEIA ROSSI esteve no Maranhão e foi recebido pelo DONO do Partido no Estado, sem a presença de muitas lideranças de diversas regiões do Maranhão.

Cadê o Deputado Federal Hildo Rocha, que não estava lá e é amigo pessoal do Baleia?

Cadê o Deputado Estadual Arnado Melo?

Cadê Sétimo Waquim de Timon?

Cadê a Socorro Waquim?

Cadê o filho do Paulo Marinho de Caxias?

Cadê o Zé Gentil de Caxias?

Cadê o filho do Ricardo Archer de Codó?

Cadê o Raimundo Cabeludo de João Lisboa?

Cadê o Deosdete Sampaio de Açailândia?

Cadê o Augustinho Noleto de Imperatriz?

Cadê o Alberico Filho de Barreirinhas?

Cadê o Alberto Filho de Bacabal?

Cadê o Assis Ramos de Imperatriz?

Cadê Clovis Fecury?

Cadê Edinho Lobão?

Entre diversos outros…

Presidente Baleia Rosi, nós precisamos de uma mudança substancial no Maranhão se quisermos fazer parte de uma política vitoriosa no Maranhão. Vejo agora com muita admiração e respeito, o Presidente Estadual do PMDB/MDB do Maranhão, ao invés de se lançar candidato a Governador, Senador, Deputado Federal ou Prefeito de uma grande cidade do Estado, faz igual jogador em final de carreira, se lança candidato a vereador da cidade de Bacabal, como podemos dizer no jargão do futebol, que o mesmo está em final de carreira.

TIVE A CORAGEM DE ENFRENTAR MUITOS, PARA COLOCAR ROSEANA SARNEY DE VOLTA AO PALÁCIO DOS LEÕES, FUI ATÉ TORTURADO, E TENHO QUE TER A MESMA CORAGEM PARA DIZER AO BRASIL, QUE O PMDB/MDB DO MARANHÃO TEM QUE MUDAR

Chiquinho Escórcio
Ex-Deputado Federal

1 pensou em “Chiquinho Escórcio detona João Alberto e Roseana Sarney

  1. Querer culpar somente a direção do Partido é muita ingenuidade.

    O vai-vem partidário é um fenômenos comum no Brasil, onde a Política é feita, na maioria das vezes, por puro fisiologismo; o “vai” para os Partidos do Governo e os “vem” tb para os partidos de Governo é um fenômeno “natural”.

    É só prestar atenção em que direção a maioria dos “insatisfeitos” se dirige.

    Foi sempre assim e assim será.

    Lembrar apenas 2 exemplos:
    O vertiginoso crescimento do PDT do então Governador Jackson Lago;
    E o atual / artificial crescimento do antes nanico PCdoB do Governador Dino.

    João Alberto respira política.
     Se houvessem culpados, seriam muitos. Inclusive, o próprio Chiquinho e a maior parte dos “ausentes” caciques citados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *