“Parcial e suspeito”, afirma Flávio Dino ao defender afastamento de Moro

O governador Flávio Dino (PC do B) voltou a tecer, nesta segunda-feira (10), críticas contundentes ao ex-juiz federal e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Moro e o procurador Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato, são os alvos principais de reportagens publicadas ontem pelo site Intercept Brasil, que revelam diálogos e um suposto esquema envolvendo membros do Judiciário e do Ministério Público Federal para prejudicar políticos, dentre eles o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

Dino escreveu nas suas redes sociais que “um juiz que orienta uma das partes no curso do processo é parcial e suspeito”.

“Sergio Moro deve se afastar ou ser afastado do Ministério da Justiça. Quem instrumentalizou a Justiça Federal para fins eleitorais e partidários pode tentar fazer o mesmo com a Polícia Federal, agora sob seu comando direto”, defendeu o govenador.

Leia também:

Site divulga trechos de mensagens atribuídas a procuradores da Lava Jato e a Sérgio Moro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *