Waldir rompe com Dino, chama comunista de doentio e anuncia filiação ao PSDB

O deputado federal Waldir Maranhão resolveu, finalmente, honrar o bigode que ostenta e, numa só guinada, rompeu politicamente com o governador Flávio Dino (PC do B); classificou o comunista como doentio; e anunciou que irá se filiar ao PSDB.

Maranhão vinha tentando se filiar ao PT com o objetivo de figurar como o segundo nome na chapa ao Senado que estará ligada ao projeto de reeleição de Dino.

No entanto, desde que formulou pedido de filiação, na semana passada, sofreu forte rejeição da ala petista ligada ao Palácio dos Leões – reveja, reveja e reveja.

“É lamentável a forma como o governador Flávio Dino usou e abusou para vetar a minha filiação ao PT. O que houve nesse processo foi uma verdadeira intervenção branca no PT para evitar a minha entrada nos quadros do partido. Logo Flávio Dino a quem confiei quando me convenceu de anular o impeachment da presidente Dilma. Agora sinto que fui usado por quem queria não a defesa da presidenta, mas o fortalecimento e engrandecimento de um ego quase doentio”, afirmou o parlamentar em uma nota divulgada nesta sexta-feira (06).

Waldir anunciou que ingressará nos quadros do PSDB, partido presidido pelo senador e pré-candidato ao governo, Roberto Rocha.

Os tucanos terão como candidatos ao Senado o deputado federal José Reinaldo Tavares e o deputado estadual Alexandre Almeida.

Portanto, o “Guerreiro do Povo Brasileiro” tentará, pela nova sigla, renovar o mandato.

Abaixo, confira a nota.

Em respeito ao povo maranhense, venho informar o que segue:

1. Quando procurei o PT para colocar-me à disposição do partido para ser candidato ao Senado Federal foi para contribuir, em primeiro lugar, com o projeto político nacional do partido tendo o companheiro Lula como presidente, bem como para o fortalecimento do PT no Maranhão que há décadas vive numa autofagia que tem impedido de fazê-lo ter o crescimento tal como ocorreu no plano nacional e nos estados vizinhos Piauí, Pará e Ceará, sem falar em outros estados do Nordeste.

2. Não se tratava de um ato voluntário do deputado federal Waldir Maranhão em querer ser senador da República de qualquer jeito. Pelo contrário, o objetivo era apresentar um projeto coletivo de sociedade tendo o PT como protagonista político no processo eleitoral de 2018.

3. Lamento que o radicalismo e sectarismo de alguns dirigentes do PT não tenham tido a devida compreensão histórica num momento que forças conservadores ameaçam de toda forma a possibilidade do PT voltar ao poder central nacional, inclusive encarcerado a principal liderança do partido o meu amigo e companheiro Lula.

4. Devo reconhecer o empenho e solidariedade que tive de companheiros da corrente Construindo um Novo Brasil tanto no Maranhão quanto em nível nacional. Nesse particular, quero deixar hipotecado os meus agradecimentos ao deputado Zé Inacio pela forma digna e firme com que defendeu esse projeto. Agradecer ainda a militância aguerrida que não deixou levar pela benesses oferecidas pelo Palácio do Leões que pode ser considerado o principal ator na minha desistência de continuar filiado ao PT.

5. É lamentável a forma como o governador Flávio Dino usou e abusou para vetar a minha filiação ao PT. O que houve nesse processo foi uma verdadeira intervenção branca no PT para evitar a minha entrada nos quadros do partido. Logo Flávio Dino a quem confiei quando me convenceu de anular o impeachment da presidente Dilma. Agora sinto que fui usado por quem queria não a defesa da presidenta, mas o fortalecimento e engrandecimento de um ego quase doentio.

6. Por fim, informo que a partir desta entro para os quadros do PSDB e ajudarei na construção de um palanque que verdadeiramente possa representar um novo horizonte para o Brasil e para o Maranhão.

4 pensou em “Waldir rompe com Dino, chama comunista de doentio e anuncia filiação ao PSDB

  1. Pingback: Senado: Eliziane será o segundo nome de Flávio Dino - Blog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: Eliziane Gama será o segundo nome de Flávio Dino para o Senado Federal

  3. Pingback: Dutra recua, desiste do PT e permanece na prefeitura de Paço do Lumiar - Blog do Gláucio Ericeira

  4. Pingback: “Faltou lealdade e gratidão por parte do governador”, afirma Waldir Maranhão sobre Flávio Dino - Blog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *