Eleições 2018: Aliados divergem sobre desistência de Roseana

Aliados da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) ouvidos pelo editor do blog nesta noite divergiram quando questionados sobre sua possível saída da corrida eleitoral pelo comando do Palácio dos Leões em um confronto com o governador Flávio Dino (PC do B), que tentará renovar o mandato.

A informação revelando a possibilidade da emedebista abdicar da disputa foi noticiada pelo Blog Atual7 nesta tarde.

O primeiro aliado, um ex-auxiliar do primeiro escalão do governo e que está participando da organização da chamada Caravana da Guerreira, negou que Roseana esteja inclinada a desistir do projeto de chegar ao seu quinto mandato e cravou:

“Nunca! É desespero de comunista”, disse fazendo referência ao grupo político liderado por Flávio Dino.

De acordo com a fonte, uma nova agenda de visitas ao interior do estado já estava pronta.

Porém, a atividade foi suspensa devido as fortes chuvas que continuam castigando algumas regiões do Maranhão.

“Estamos esperando o tempo dar uma melhorada para começar novamente”, afirmou.

Já o segundo aliado — também um ex-secretário, mas que não está participando ativamente dos movimentos de pré-campanha da ex-governadora – foi enfático ao avaliar que tudo pode acontecer.

“Eu não tenho participado ativamente da pré-campanha, entendeu. Mas pelo o que eu percebo, tudo pode acontecer. Acho que é possível [desistência], mas ainda não está concretizado”.

Cenários – Roseana pode até desistir de enfrentar Flávio Dino. Porém, afirmar que ela estará fora da eleição é precipitado.

A ex-governadora, ao invés de tentar retornar ao Palácio dos Leões, pode lançar-se ao Senado, inviabilizando o projeto do irmão, o deputado federal Sarney Filho (PV), que, no ano passado, lançou sua pré-candidatura à Câmara Alta.

Sarney Filho, caso Roseana desista, é apontado para substituí-la no embate com o atual governador.

Um dos aliados ouvidos pelo editor do blog avaliou que a pré-candidatura senatorial de Roseana é mais do que competitiva, uma vez que ela possui forte densidade eleitoral.

Segundo ele, trata-se de um “tiro certo”, no qual o grupo Sarney, pelo menos, garantiria uma posição importante e imprescindível no Congresso Nacional.

PS: A imagem que ilustra este post foi feita hoje à noite, em um supermercado de São Luís no qual Roseana fazia compras totalmente alheia as especulações que giram em torno do seu futuro político.

2 pensou em “Eleições 2018: Aliados divergem sobre desistência de Roseana

  1. Pingback: “O meu medo é que isso possa vir a ser verdade mais adiante”, afirma Joaquim Haickel sobre desistência de Roseana - Blog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: Roseana garante que é pré-candidata ao governo - Blog do Gláucio Ericeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *