Op. Pegadores: Base governista veta envio de lista dos 400 para Assembleia

A base aliada do governador Flávio Dino (PC do B) na Assembleia Legislativa vetou, na sessão ordinária desta segunda-feira (18), requerimento, de autoria do deputado Edilázio Júnior (PV), através do qual foi solicitada à Secretaria de Estado da Saúde o envio da chamada lista dos 400 servidores fantasmas para apreciação da Casa.

A existência da referida lista, que já encontra-se em poder do titular da pasta, Carlos Lula (reveja), foi apontada pela Polícia Federal no bojo das investigações da Operação Pegadores, quinta fase da Operação Sermão aos Peixes e que desbaratou um esquema criminoso que, segundo a PF, desviou cerca de R$ 18 milhões dos cofres da saúde por meio de pagamentos indevidos para servidores que não trabalhavam.

Os deputados governistas justificaram a negativa ao pedido de Edilázio afirmando que o caso corre em segredo de Justiça e, por este motivo, a referida listagem não poderia ser disponibilizada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *