Thiago Diaz já pagou R$ 700 mil para empresa que gerencia comunicação da OAB/MA

Curiosamente, Inspirar Comunicação e Marketing foi criada no dia 06 de janeiro de 2016, exatamente na mesma semana na qual o jovem advogado assumiu a presidência.

Eleito prometendo novas práticas na seccional maranhense da OAB, o advogado Thiago Diaz, na sua primeira semana de gestão, no mês de janeiro de 2016, extinguiu a Assessoria de Comunicação da entidade e contratou uma empresa privada desembolsando mensalmente a quantia de R$ 35 mil.

Trata-se da Inspirar Comunicação e Marketing Ltda que já abocanhou dos cofres da Ordem, mantida com as contribuições dos advogados e advogadas maranhenses, a bagatela de R$ 700 mil, divididos nos 20 meses de serviços prestados até o momento.

O editor do blog verificou o site da entidade e não encontrou nada que faça referência ao contrato assinado entre a gestão Thiago Diaz e a empresa. Porém, obteve a informação de fontes seguras do setor da advocacia que militam na OAB maranhense que o valor pago mensalmente é o citado acima.

A Inspirar tem como sócias a jornalista Yndara Vasques Lima e Francidalva da Silva Monteles.

Curiosamente, a empresa que gere a comunicação de Thiago Diaz foi criada no dia 06 de janeiro de 2016 – conforme consta no cadastro nacional da pessoa jurídica — exatamente na mesma semana na qual o jovem advogado assumiu a presidência.

A contratação da empresa foi alvo recente de críticas do vice-presidente da OAB, Pedro Augusto Souza Alencar, que, em função da denúncia, foi destituído do cargo de presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia – reveja.

Em seu lugar, Diaz nomeou irregularmente o conselheiro federal Luís Augusto de Miranda Guterres, situação que fere o regulamento geral da Ordem, que determina que somente conselheiros estaduais podem exercer o cargo de presidente de Comissão.

A medida está sendo contestada (reveja) pelo Movimento de Defesa e Valorização da Advocacia (MDVA), formado por advogados e advogadas que ajudaram a eleger Thiago Diaz, participaram da sua gestão e decidiram deixa-la devido a forma autoritária com a qual o presidente administra e em função de vários descumprimentos de compromissos firmados com a categoria.

Outro lado – O editor do blog manteve contato com Yndara Vasques, que afirmou não possuir nenhum parentesco com o presidente.

Vários questionamentos foram feitos, tais como o valor do contrato e duração; e a forma como a empresa foi contratada.

Abaixo, o editor publica, na íntegra, o posicionamento da empresa.

“A Inspirar Comunicação e Marketing é uma empresa formada por profissionais com mais de 20 anos de atuação na área de comunicação e com experiência em âmbito nacional e local. Para a OAB/MA prestamos um serviço devidamente legalizado. Os trabalhos desenvolvidos, pautado pela transparência, compreendem Assessoria de Comunicação Integrada – Relacionamento com a Mídia, Coordenação das campanhas publicitárias, Gerenciamento das Mídias Sociais, Roteirização e Produção de Vídeos, Registro Fotográfico, Deslocamentos para Coberturas de ações nas Subseções no interior do Estado, Organização e Cerimonial (produção roteiro e apresentação) de Eventos, Coberturas Jornalísticas. Tudo isso realizado por uma equipe Multidisciplinar (com funcionários devidamente regularizados). Na Comunicação da OAB/MA atendemos a todo o público: comissões (mais de 60), subseções (15), Diretoria, ESA, proporcionando divulgação das atividades tanto na mídia local (rádio, jornal, televisão, impresso e online) quanto nos canais oficiais da OAB/MA: Site, face e instagran e do Conselho Federal da OAB. Com relação a pergunta sobre a proprietária ser prima de Thiago Diaz, presidente da Ordem, informa que tal afirmação não procede, pois não há parentesco com o mesmo”.