“O movimento estudantil deve ser estimulado e não reprimido”, afirma Weverton sobre agressão de PM à presidente da CES

O deputado federal Weverton Rocha se manifestou acerca do episódio no qual um Policial Militar foi flagrado agredindo a presidente da Central Estudantil de São Luís, Denise Duarte, que também faz parte da Juventude Socialista do PDT, partido comandado no estado pelo parlamentar.

O fato aconteceu ontem (reveja o vídeo) durante uma manifestação pacífica de alunos do Centro de Ensino Professor Bacelar Portela, escola estadual localizada no bairro Ivar Saldanha.

Em suas redes sociais, Rocha afirmou ter visto com preocupação o caso envolvendo a atuação do policial contra Denise e Leila Marley – esta última também integrante do movimento estudantil e da JSPDT.

De acordo com ele, a liberdade de manifestação é essencial à democracia e o movimento estudantil deve ser estimulado, e não reprimido.

A Secretaria de Estado de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap) divulgou nota informando que a Corregedoria da PM abrirá processo administrativo interno para apurar a conduta do policial.

A Corregedoria afirmou que não compactua ou mesmo legitima comportamentos ilegais, praticados por seus membros, ou quaisquer atitudes que violem o respeito à dignidade humana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.