Em Brasília, Brandão tenta reverter filiação de Roberto Rocha ao PSDB

O vice-governador e presidente estadual do PSDB, Carlos Brandão, desembarcou ontem em Brasília, onde passou todo o dia conversando com integrantes da executiva nacional do partido.

Objetivo: reverter a decisão que resultará no retorno do senador Roberto Rocha (PSB) ao ninho tucano.

Brandão não se encontrou com o presidente nacional, o senador cearense Tasso Jereissati, que está fora do Brasil desde a semana passada.

Hoje, o vice-governador viajou para São Paulo e deverá retornar à capital federal no início da próxima semana, oportunidade na qual terá uma conversa definitiva com Jereissati.

Carlos Brandão tentará convencer o cearense a não filiar Rocha ao PSDB, com o intuito de aumentar a bancada tucana no Senado, e, desta forma, manter o controle do partido no Maranhão.

Apresentará como argumentos o fato da sigla ter conseguido, durante a sua gestão, se reerguer; ampliado o número de filiados; e eleito um número considerável de prefeitos e vereadores, o que a coloca na situação de segunda maior no estado.

Além disso, mostrará que o retorno de Roberto Rocha trata-se apenas de um projeto pessoal do senador, que vislumbra disputar o governo do estado ano que vem.

Brandão retornará à Brasília exatamente na mesma semana que Rocha deverá filiar-se ao tucanato.

Agora, é aguardar para saber quem vencerá esta queda de braço.

Leia também:

“Ele não tem grupo, não tem palanque”, afirma Carlos Brandão sobre filiação de Roberto Rocha ao PSDB

Jogou a toalha: Roberto Rocha anuncia saída do PSB e filiação ao PSDB

1 pensou em “Em Brasília, Brandão tenta reverter filiação de Roberto Rocha ao PSDB

  1. Pingback: Roberto Rocha anuncia filiação ao PSDB e sacramenta fim da parceria do partido com Flávio Dino - Blog do Gláucio Ericeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.