Em protesto contra Uber, taxistas de São Luís irão cobrar R$ 5,00 por corrida nesta sexta-feira

Os taxistas de São Luís realizarão, nesta sexta-feira (25), mais um protesto contra a regulamentação do Uber, aplicativo de transporte privado de passageiros.

Desta vez, porém, nada de interditar vias, como ocorreu no início desta semana – reveja.

A categoria promete cobrar dos clientes R$ 5,00 por cinco quilômetros rodado em uma corrida.

De acordo com Renato Medeiros, presidente do Sindicato que representa os profissionais, a “promoção”, além de ser mais uma ação de descontentamento contra o aplicativo, trata-se também de uma questão de sobrevivência, uma vez que, segundo ele, os taxistas perderam muitos clientes desde que o Uber começou a operar na capital maranhense.

O aplicativo Uber está proibido por lei de operar em São Luís desde o primeiro semestre.

No entanto, motoristas cadastrados na plataforma continuam trabalhando normalmente.

A Câmara Municipal de São Luís deverá aprovar, ainda este mês, projeto de lei, de autoria do vereador Paulo Victor (PROS), que estabelece critérios aos quais a empresa deverá seguir para poder prestar o serviço de forma legal.

Leia também:

Ministério Público entra na briga para regulamentar Uber em São Luís

Regulamentação do Uber em São Luís deve ocorrer este mês

Justiça mantém proibição do Uber em São Luís

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.