Juiz do TRE retorna prefeito de Miranda do Norte ao cargo

Negão, Júnior Lourenço e Joubert Sérgio .

O juiz Sebastião Joaquim Lima Bonfim, membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/Ma), tornou sem efeito, nesta terça-feira (18), sentença da juíza Mirella Cezar Freitas, titular da 16ª Zona eleitoral, que cassou, na semana passada, os diplomas de Carlos Eduardo Fonseca Belfort e Joubert Sérgio Marques de Assis, prefeito e vice-prefeito do município de Miranda do Norte, respectivamente.

Com a decisão do magistrado, Carlos Eduardo, mais conhecido como “Negão” e que é irmão de criação do ex-prefeito da cidade, Júnior Lourenço, retomou o comando da prefeitura.

A representação que ensejou a cassação determinada pela juíza foi proposta pelo Ministério Público Eleitoral, que acusou os dois políticos de abuso de poder econômico e político nas eleições do ano passado.

Para Sebastião Joaquim, “está sobejamente provado o dano de difícil reparação a serem suportados pelos requerentes, à vista de que possuem eles o direito de responder aos termos do processo, até eventual confirmação pela instância superior, no exercício do cargo para o qual foram eleitos mediante voto popular”.

A coligação “Miranda de Todos Nós”, responsável pela representação feita junto ao MPE, promete reagir e buscará as instâncias eleitorais superiores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.