Três vereadores de Porto Franco são afastados pela Justiça

Prefeito Nelson Horácio é acusado de comprar apoio de vereadores.

O juiz titular da 1ª Vara Cível de Porto Franco, Antônio Donizete Aranha Baleeiro, afastou das suas funções parlamentares os vereadores Francisco Elias de Sá Sousa (conhecido como Pastinha), Simeão Sobral Vilela e Gedeon Gonçalves dos Santos (conhecido como Amigão) – este último presidente da Câmara Municipal.

A decisão do magistrado ocorreu após a Mesa Diretora da Câmara arquivar denúncia formulada pelo comerciante Kenedy Milhomem na qual ele acusa o prefeito da cidade, Nelson Horácio Macedo Fonseca, de pagar propina aos parlamentares.

Áudios divulgados na semana passada revelaram que o gestor, durante reunião com vereadores, ofereceu vantagens financeiras para que os mesmos atuassem em benefício de seu governo na Câmara.

Desta reunião, realizada em Imperatriz, participaram, além de Francisco Elias, Simeão Sobral e Gedeon Gonçalves, os vereadores Felipe Aguiar e Nalva Veras.

O magistrado determinou que o vereador Cafimfim Francisco, responsável interinamente pelo comando da Mesa Diretora, desarquive a denúncia contra o gestor e convoque os suplentes para que tomem posse.

2 pensou em “Três vereadores de Porto Franco são afastados pela Justiça

  1. Pingback: MP solicita que prefeito e vereadores de Porto Franco sejam afastados e condenados por corrupção - Blog do Gláucio Ericeira

  2. Pingback: MP solicita que prefeito e vereadores de Porto Franco sejam afastados e condenados por corrupção | Marcelo Vieira - Política comentada e atualidades

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.